Administração Helinho Zanatta realiza grandes investimentos em infraestrutura e saneamento básico em São Pedro

Publicado em Por Hosana Cortenove

Pavimentação, com guias, sarjetas e instalação de galerias, recapeamento de diversas vias e fortes investimentos na área de saneamento básico, vem marcando os dois anos e dez meses da administração do prefeito de São Pedro, Helinho Zanatta (PSD), que deve investir nessas áreas até o final do seu mandato mais de R$ 45 milhões.

Vindo da iniciativa privada como empresário, Zanatta tem em seu histórico a experiência de ter feito duas administrações em Charqueada – foi eleito e reeleito prefeito em 2000 e 2004, respectivamente, além de ter sido vice-prefeito por um mandato e Chefe de Gabinete no mesmo município.

Conhecido por planejar bastante, economizar e não anunciar obras sem a certeza de sua realização, Zanatta, vem mostrando no dia a dia com resultados práticos que busca a eficiência de gestão a favor da população.

Nessa semana a reportagem do jornal “O Regional” acompanhou algumas dessas obras e ações da gestão de Zanatta, juntamente com o prefeito Helinho que estava acompanhado do Secretario de Administração, Francisco Duarte.

O prefeito inicia a entrevista falando das pavimentações de bairros que mesmo localizados na zona urbana ainda não contavam com tais melhorias.

“Fizemos um planejamento em 2013, fizemos projetos, fomos atrás de recursos federais e estaduais, que são complementados por recursos próprios da Prefeitura em contrapartida. A pavimentação esta dividida em duas etapas, sendo uma realizada com nossas máquinas e equipamentos que compramos em 2013, onde estamos trabalhando no bairro Nova São Pedro I e depois faremos a parte alta do bairro Colinas de São Pedro até o primeiro semestre do ano que vêm e o bairro Nova São Pedro II por ser recursos federais temos que fazer mediante licitação, e consequentemente com empresas contratadas. As galerias desse bairro foram feitas com mão de obra municipal,  representando investimentos de mais de R$ 20 milhões”, afirma Zanatta sobre as novas pavimentações.

Depois Zanatta falou sobre as ações de recapeamento, que já beneficiaram diversos bairros e devem ainda beneficiar outros, chegando a cerca de 400 mil metros quadrados, que em linha reta representa a distância entre São Pedro e Campinas, recebendo investimentos de R$ 25 milhões.

“Na área de recapeamento já fizemos as fazes 01 e 02 e agora vamos fazer a fase 03 e 04 que contempla todo o bairro Recanto das Águas, a região do Vila Nova, do Holiday, do Itaqueri, o Centro e vamos até a Santa Cruz, depois Mariluz nas ruas que faltam fazer, Vila Rica, subindo até a Avenida Ângelo Franzin, vamos ao São Tomé, Botânico, Botânico 1000 e depois fazemos as paralelas da Rua José Esteves no São Dimas.  As ruas estão bastante danificadas e serão recapeadas”, afirmou o prefeito, destacando que as Avenidas do portal da entrada, Imigrantes, a Avenida Paschoal Antonelli, serão recapeadas. Já a Rua Engenheiro Francisco Solto que vai até a Gruta dos Anões, passando pelo Jardim Itália, Novo Horizonte além do recapeamento, vai ser feita a construção de guias e calçadas nos dois lados em toda sua extensão, melhorando de forma significativa o transito e principalmente a segurança dos pedestres.

Outra novidade que é um sonho antigo dos moradores será a possível pavimentação algumas ruas do bairro Alpes das Águas (ruas principais), Chácaras ABC, entre outros.

“A gente não pode dizer que está tudo certo, mas os projetos estão bem encaminhados, sabemos pela difícil situação que o país atravessa, só diremos quando tiver recebido a autorização para realizar a obra, mantemos a esperança que conseguiremos mais R$ 5 milhões somente em guias, sarjetas, pavimentação e galerias, para realizar mais obras”. Sabemos da situação do País e não estamos prometendo, mas estamos trabalhando para conquistar mais essas obras”, ressaltou o prefeito mais uma vez.

Em seguida o prefeito falou sobre a área de saneamento básico, destacando os diversos investimentos que vem sendo feitos pela sua administração.

“Nessa área estamos investindo pesado, se não estaríamos numa situação ainda pior. Tivemos um racionamento de 15 dias por uma questão de não ter água no rio, não de armazenamento. Trocamos a adutora de água bruta do Pinheirinho até a ETA 1 que é do lado da Santa Casa, duplicamos a estação de tratamento de água da ETA 1 aumentando sua capacidade de 7 para 14 milhões de litros por dia. Estamos fazendo uma estação para tratamento de lodo da ETA e iremos economizar 600 mil litros de água por dia. Fizemos investimentos no Bela São Pedro com nova caixa de água de 200 mil litros, trocamos a bomba, recuperamos o poço existente e perfuramos um novo poço para dar um reforço, já pensando nas empresas que se instalarão nas proximidades, além da empresa Sae Dong que já está instalada no local. Duplicamos a ETA 1 e foram liberados R$ 900 mil para a ETA 2 lá do Ribeirão do Meio onde faremos uma adutora nova de oito polegadas para bombear água no bairro do Colinas que contará com um milhão e meio de litros. Naquela ETA há uma grande capacidade para capitação de onde mandaremos por gravidade para o Vila Rica, rebombeando para a nova caixa de água recentemente instalada no Nova Estância, que já esta em fase de testes para termos o laudo final e possamos liberar a caixa para atender aos bairros ali próximos, Mariluz, São Tomé, São Dimas, Recanto, toda aquela região”, destaca o prefeito sobre os investimentos.

Trocamos todas as bombas, painéis de controle automáticos, modernizamos as instalações e condições de trabalho dos funcionários do setor, esses investimentos são indispensáveis para que a população possa ter água e novos investimentos possam ser realizados e ter desenvolvimento. Tínhamos um grande déficit que estaremos sanando até 2016”, afirmou o chefe do executivo.

Na área de saneamento o prefeito falou de uma importante conquista para a cidade, que inclusive por ser uma estância turística, encontra-se pelas circunstâncias e inexistência de investimentos do passado, com mais de 80% do esgoto da cidade sem o devido tratamento.

“Até o final de 2016 através do FEHIDRO, estaremos construindo todo o sistema para que possamos fazer o tratamento de 80% do esgoto da cidade, isso não era possível proque o município não tinha Plano de Saneamento Básico e Projeto, tendo inclusive ações da Promotoria Pública por não ter esse tratamento de esgoto.

Fizemos o Plano Municipal de Saneamento, elaboramos projeto, desapropriamos e já pagamos a área onde será construído todo o sistema para tratar o esgoto, temos aprovados 11 milhões de reais que devem ser liberados nos próximos dias quando assinaremos o contrato para que as obras possam ser iniciadas no primeiro semestre do ano que vem. Será um sistema de tratamento de esgoto moderno, anaeróbico sem cheiro, um dos melhores tratamento de esgotos que existem na atualidade”, finalizou o prefeito Helinho Zanatta.

Deixe um comentário abaixo