Apla elege nova diretoria

Publicado em Por Diagramador

Membros do Conselho e da Diretoria se reuniram no auditório do PTP

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O Arranjo Produtivo Local do Álcool (Apla) realizou na última quinta, dia 23, a Assembleia Geral da organização no Parque Tecnológico Piracicaba (PTP).

O ponto alto do encontro deu-se com a eleição dos Membros do Conselho Estratégico do Apla que cumprirão a gestão pelo triênio 2015-2019. A diretoria executiva passa a  ser composta pelo presidente José Coral; diretor técnico, Pedro de Assis; diretor financeiro, Mauricio Alexandrino de Souza; diretor secretário Douglas Fazanaro.

Já o Conselho Estratégico tem com presidente José Antonio de Godoy e José Edgard Camolese, vice-presidente. A equipe se completa com Silvio Silas Geraldini, secretário do CONES (Comitê de Negociação Sindical) e pelos conselheiros: Vagner José Furlan, Luis Mendes Junior, Adalberto Marchiori, Cesar Mitsuyoshi Kuramoto, Pedro de Assis, Fabio Ramos Vitti, Euclides Baraldi Libardi, Antonio Alberto Stuchi, Mauricio Alexandrino de Souza, José Coral, Henrique Viana de Amorim e Douglas Fazanaro. E ainda, os conselheiros suplentes: Paulo Leite, Ivan Ferraz Corrêa, Egon Scheiber, Joziel Daros e Ubiraci Moreno Pires Corrêa. A equipe de trabalho se completa com Flavio Castelar que continua como diretor executivo do Apla.

Apla abre mercado internacional para setor sucroenergético

O Brasil é cada vez mais reconhecido mundialmente por sua excelência no setor sucroenergético.  Empresas e instituições públicas e privadas ligadas ao setor, constituem a cadeia agroindústria da cana-de-açúcar, abrangendo desde o desenvolvimento de variedades da cana e prestação de serviços diversos até a participação efetiva no desenvolvimento e na estruturação de mercados. O Brasil conta ainda com expressivo número de plantas processadas de cana, respondendo por quase metade da produção mundial do setor.

Neste contexto, agentes da cadeia agroindustrial da cana-de-açúcar agruparam-se no Arranjo Produtivo Local do Álcool (APLA) com o objetivo de fomentar a interação entre seus integrantes de forma organizada e estruturada, criando oportunidades para agregar valor ao longo da cadeia produtiva em âmbitos nacional e internacional.

O reconhecimento do Apla quanto à oferta de soluções completas para a cadeia agroindustrial da cana-de-açúcar oferece ao Brasil um selo de identificação geográfica, que garante e atesta a sua vocação e abrangência. O Apla conta ainda com suporte comercial e institucional de entes multidisciplinares relacionados ao fomento do comércio exterior no Brasil, como despachantes aduaneiros, companhias de transporte e logística, entrepostos fiscais, instituições financeiras e de fomento, entre outros.

Em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), ligada ao Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), O Apla desenvolve o projeto “Brazil Sugarcane Bioenergy Solution”, que promove os produtos e serviços brasileiros do setor sucroenergético no mercado internacional e estende seu apoio à internacionalização das empresas brasileiras e a atração de investimentos para o país.

As empresas integrantes do projeto ganham suporte para oferecer soluções completas e sustentavelmente integradas à indústria sucroalcooleira mundial, para o processamento da cana-de-açúcar para a produção de açúcar, combustíveis renováveis (etanol, biodiesel, biomassa) entre outros produtos.

Dessa forma, o Apla está habilitado a atender as demandas da comunidade sucroalcooleira brasileira e internacional, transformando as possibilidades energéticas oriundas da cana-de-açúcar em oportunidade para promover desenvolvimento socioeconômico com sustentabilidades. E, desta forma, fazer do etanol uma solução alternativa energética em larga escala e em todo o mundo.

Deixe um comentário abaixo