Campanha de Vacinação de Cães e Gatos de Ipeúna começa na próxima segunda-feira

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove

A Prefeitura Municipal de Ipeúna, através da Secretaria de Saúde, Desenvolvimento e Assistência Social, com a coordenação da Vigilância Sanitária, estará iniciando no mês de agosto a Vacinação Antirrábica canina e felina que começa na próxima segunda-feira, dia 01 e segue até o dia 13.

O calendário da campanha é o seguinte: de 01 a 05 de agosto 2016 – zona rural das 08h00 às 17h00; dia 06 agosto 2016, a campanha será realizada no Jardim Primavera dás 08h00 às 12h00 e Portal dos Nobres das 13h00 às 16h00; de 08 a 11 de agosto de 2016 – Horto Camaquã – rural dás 08h00 às 17h00; dia 12 de agosto de 2016 – Praça Central da Matriz dás 08h00 às 17h00 e dia 13 de agosto de 2016 – Praça André A. F. de Reynier – Altos de Ipeúna das 08h00 às 16h00.

No município, a expectativa é de que sejam vacinados 1.500 animais. A indicação é para animais a partir dos três meses de vida. A vacina não é indicada para fêmeas no estágio final da gestação.

A raiva é uma doença infecciosa, transmissível de animal para animal, e também para o ser humano. O contágio ocorre por mordidas, arranhões ou lambedura de cães e gatos, além de outros mamíferos, como morcegos, infectados pelo vírus. Além de importante, a imunização dos animais é essencial, uma vez que a doença é 100% letal.

De acordo com o técnico em Vigilância Sanitária, Miguel Carlos de Lima, informou ainda que a manifestação da doença pode ocorrer do 20º dia do contato com o animal doente até o 90º dia, por isso, deve-se tomar cuidado e no caso de dúvidas, procurar uma Unidade de Saúde.

Para receber a dose, há necessidade de o proprietário e/ou responsável levar a carteira de vacinação. Outro pedido dos agentes em saúde é não se esquecer da caixa de transporte para os gatos nem da coleira e guia para os cães – no caso dos mais agressivos, focinheiras.

“Solicitamos que os animais não sejam levados por crianças desacompanhadas de responsáveis, para que se evitem acidentes”, solicita a coordenação da Vigilância Sanitária.

Deixe um comentário abaixo