Capri e Guilherme Betti questionam serviços de iluminação pública em Torrinha

Publicado em Por Hosana Cortenove

torrinha 2                                                                                           torrinha

 

Vou cobrar, porque o povo está pagando e as lâmpadas estão queimadas alguém tem que cobrar

 

 

Durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Torrinha, realizada nesta terça-feira, dia 6, os vereadores Guilherme Betti (PSC) e Evaldo Spigolon, conhecido como Capri (DEM), apresentaram o Requerimento 41/2015 onde questionam o Executivo Municipal sobre a qualidade dos serviços de iluminação pública na cidade, os quais são prestados pela empresa Mazza Fregolente e Cia – Eletricidade e Construções Ltda.

Os parlamentares questionam o Prefeito Municipal quais tem sido as providencias adotadas em relação a referida empresa, devido aos maus serviços prestados; se existe fiscalização dos trabalhos. Se o contrato prevê a manutenção de braços de luz, lâmpadas e relês e se existe alguma penalidade contratual prevista.

Os vereadores questionam ainda o porquê a empresa não possui um escritório próprio na cidade, visando atender aos moradores torrinhenses.

O vereador Capri (DEM) fez uso da palavra durante a sessão da Câmara Municipal para tratar do assunto.

“Eu não tinha ate vários assuntos hoje. Falaria do cartão Ecopag, da ponte, outros assuntos, mas venho estudando a  questão do contrato da Mazzo Fregolente. Ele esta aqui na minha mão uma parte. Antes de vir pra essa sessao eu peguei sentido Dr. Carlos de Campos e voltei pela Paulo Maluf, Sete de Abril. São doze lâmpadas apagadas nessas duas rua, sem contar que na frente da casa do seu Ari e do frente de Saúde”, afirmou o vereador.

“É preocupante senhores vereadores eu nem sei o que dizer o que esta acontecendo entre CPFL e Mazza Fregolente. A única coisa que eu sei é que o povo ta pagando e se o povo ta pagando tem que trocar a lâmpada”, disse Capri.

Ele citou diversos itens do contrato que não estariam sendo compridos, como serviços disponíveis 24 horas, equipe de manutenção mensal, realizar rotinas e verificações periódicas, entre outros.

“Eu disse a todos na reunião que tivemos aqui antes, pode ser que piore os serviços, quando criaram a CIP, porque a CIP vem pra todos nos produtores, mas o aumento para a zona urbana também era demasiado chegando a mais de 100% conforme a cifra e existe essa situação. Não tem problema algum alguém vir aqui esclarecer. E eu vou cobrar, porque se o povo ta pagando e as lâmpadas estão queimadas alguém tem que cobrar. Diziam antes mesmo que era a Mazza, escapava-se. Então situações complicadíssimas”, completa o vereador Capri.

O vereador José Carlos Liberato da Cruz, conhecido como Carlão Liberato (PRB), afirmou que há pessoas esperando há meses pelo serviço.

“Essa semana mesmo um munícipe me procurou que na frente da casa dele faz seis meses que a lâmpada esta queimada. E eu conversei com o funcionário responsável e ele me disse que iram trocar trinta lâmpadas. Mas tem que trocar tudo que tá queimado, não só trinta”, afirmou em aparte o vereador José Carlos Liberato da Cruz, conhecido como Carlão Liberato (PRB).

“O Contrato diz que deve disponibilizar um canal de comunicação e não a prefeitura gente. É uma empresa terceirizada que pegou o serviço. Nós vamos usar o telefone da prefeitura, o funcionário da prefeitura para atender coisas de uma empresa terceirizada. Ai não dá gente. Ai não dá. É a minha opinião e aguento. Eu já sei de casos de outras cidades que usaram o mesmo subterfúgio, mas enquanto eu for vereador eu  não vou admitir isso não. Isso é uma palhaçada. Se ela tem condições de pegar toda uma região, ela tem que abrir um escritório aqui, dar emprego para uma atendente, com telefone. O povo tai. Estivemos numa casa de uma senhora que vive sozinha, desesperada, terrenos baldios do lado e os dois postos apagados. E ai e o prefeito empreendedor deve ta com a luz apagada de casa ou tá com a toca, não ta enxergando. Esperando eu vir aqui se exaltar para falar disso. Eu votei contra a CIP. A zona rural pagar, eu vou pagar e povo pagar mais de 100% de aumento e ver a cidade as escuras”, finalizou.

Deixe um comentário abaixo