Centro de Referencia de Assistência Social promove mostra de artes no CCI

Publicado em Por Hosana Cortenove

Com o objetivo de valorizar os participantes dos projetos sociais “Cores da Vida” e “Oficina de Pintura” e dar visibilidade ao trabalho desenvolvido por eles, o CRAS Ipeúna realiza no próximo dia 29, às 19h30, a III Exposição de Quadros do CRAS. Dezenas de telas, dos mais variados temas, farão parte da exposição e poderão ser apreciadas pela comunidade. O evento acontece no Centro de Convivência do Idoso (CCI), ao lado do CRAS, localizado na Rua Araripe Custódio da Fonseca nº 1131, no bairro Altos de Ipeúna.

De acordo com a gestora do CRAS, a assistente social Giseli Spigolon, a iniciativa surgiu a partir dos resultados apresentados pelos participantes dos projetos. “Observamos significativa evolução em cada um deles, tanto no aspecto artístico quanto no psicossocial e isso reflete o atingimento dos objetivos estabelecidos para cada um dos projetos”, afirma. Ela ressalta ainda, que a exposição contribui também para a construção de novas experiências, favorecendo o diálogo e o convívio social.

No ano passado, cerca de 300 pessoas prestigiaram a mostra que ficou aberta à visitação ao longo de uma semana. A exposição resultou na venda de 11 telas. “A repercussão da iniciativa foi muito positiva, o que motivou as participantes a continuarem com a elaboração dos trabalhos, além de contribuir para a elevação da autoestima dos participantes”, salientou Giseli.

O “Projeto Cores da Vida” foi criado em 2014, com o objetivo de contribuir, através do desenvolvimento de técnicas de pintura em tela, dinâmicas de grupo, conversas informativas e experimentação de novas realidades, para o resgate e a preservação da qualidade de vida de pessoas com deficiências e o fortalecimento da função protetiva de suas famílias, favorecendo processos de mudanças e desenvolvimento do protagonismo e autonomia e prevenindo, assim, a ocorrência de situações de risco social.

Já o “Projeto Oficina de Pintura” vem sendo desenvolvido desde 2012, inicialmente com o objetivo de ensinar técnicas de pintura em tela e, atualmente, além do desenvolvimento da atividade artística, promove o fortalecimento dos vínculos comunitários e familiares, buscando prevenir a exclusão e a vulnerabilidade social do público atendido.

Deixe um comentário abaixo