Coleta Seletiva é uma realidade em São Pedro e vem alcançando resultados positivos

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove

Desde que foi implantada em julho do ano passado, a coleta seletiva em São Pedro, vem registrando excelentes resultados e o volume de material recolhido vem aumentando mês a mês.

Em agosto de 2016, o total recolhido foi de 10.956 quilos e foram percorridos 1.732 km; em setembro, o total recolhido subiu para13.810 quilos, com 2.342 km percorridos. Já em novembro, o volume mais uma vez registrou alta: foram recolhidos 14.647 quilos e percorridos 2.194 km, mas o maior volume foi registrado em dezembro. Foram recolhidos 29.529 quilos, em 2.263 km percorridos.

Os responsáveis pela empresa vencedora da licitação reforçam que o material deve ser deixado em sacola separada.

Podem ser reciclados itens como jornais, revistas, caixas, papelão, folhas de caderno, tampa, potes, frascos, garrafas de plástico, garrafas PET, latas de alumínio, vidro e ferro.

Outro ponto ressaltado pela empresa é que por falta de informações alguns materiais são separados, mas não são recicláveis, como papel higiênico, absorvente, fralda descartável, madeira, isopor e pneu.

Instalado em uma área de aproximadamente 2.000 metros quadrados no bairro Nova São Pedro, o barracão da empresa sedia trabalhos de limpeza, separação e prensagem do material recolhido. Após a separação, o material é encaminhado para outra empresa.

Definida a Comissão de Constituição, Justiça e Orçamento (CCJO) da Câmara de São Pedro

Definida a Comissão de Constituição, Justiça e Orçamento (CCJO) da Câmara de São Pedro – Foto: Agência Brasil

Nesta primeira etapa, a coleta é feita na área urbana da cidade, mas já há uma segunda etapa prevista para atender bairros rurais como Alpes, Alto da Serra, e Vertentes.

Na primeira quinzena de cada mês, a coleta é realizada às segundas-feiras nos bairros Santa Mônica, Recanto das Águas, Jardim Cássio Paschoal Padovani, São Judas, Vila Baltieri, Vila Pindanga, Portal das Flores, Vale do Sol e São Benedito. Nas terças-feiras, os bairros atendidos são Jardim Botânico, São Tomé, Horto Florestal, Jardim São Dimas, Bela Vista, Jardim São Pedro; às quartas-feiras, Novo Horizonte, Jardim Itália, Dorothea, Mariluz I, II e III e Jardim Nova Estância e às quintas-feiras, Santa Cruz, Pallú, Jardim Navarro, Cidade Jardim e Vila Rica.

Na segunda quinzena de cada mês, os bairros atendidos são, às segundas-feiras: Jardim Itaquerê, Jardim Serrano, Jardim Holliday, Jardim Buriti, Vila Olinda e Centro, às terças-feiras, Vila Nova, Santa Helena e Vila Estela e na quarta-feira, Colinas de São Pedro, Nova São Pedro I e II, Mirante, Theodoro de Souza Barros e Bela São Pedro.

Deixe um comentário abaixo