Coordenadora e Assistente Social do Cras participaram de capacitação do Programa Criança Feliz

Publicado em Por Hosana Cortenove

Nesta terça-feira, (20), Ane Caroline Momesso e Monica Viebig, coordenadora e assistente social do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) São Dimas, participaram da primeira etapa de capacitação do “Programa Criança Feliz”, que intensifica o acompanhamento para famílias beneficiadas pelo Bolsa Família que possuem bebês ou crianças de até 3 anos de idade, gestantes e crianças com até 6 anos que recebem o benefício de prestação continuada da Assistência Social.

A capacitação, realizada em Piracicaba, teve a participação do secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo, Floriano Pesaro e as atividades tiveram continuidade na quarta-feira.

O programa Criança Feliz é uma iniciativa do Governo Federal com o objetivo de promover o desenvolvimento integral das crianças na primeira infância. No Estado de São Paulo, 220 municípios participarão do projeto, com estimativa de atender cerca de 40 mil gestantes e crianças de 0 a 6 anos de idade.

Um dos critérios para a participação dos municípios é dispor de um CRAS (Centro de Referência de Assistência Social); ter estrutura física adequada e a realização de atividades em andamento, e contar com pelo menos 140 indivíduos do grupo prioritário do programa: gestantes, crianças de até três anos e suas famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família; crianças de até seis anos beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada e suas famílias; e crianças de até seis anos afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida de proteção.

Coordenadora e Assistente Social do Cras participaram de capacitação do Programa Criança Feliz

Coordenadora e Assistente Social do Cras participaram de capacitação do Programa Criança Feliz – Foto: Divulgação

Participam do evento profissionais da área social, saúde e educação de 57 municípios de quatro Diretorias Regionais de Assistência Social (DRADS) da região de Campinas, Piracicaba, Mogi e Sorocaba.

Esses profissionais terão o papel fundamental de disseminar as ações do programa em seus municípios, por meio de capacitações contínuas de acordo com as diretrizes do Ministério do Desenvolvimento Social.

“Sabemos do impacto cognitivo e social ao investirmos fortemente em ações nos primeiros dias de vida das crianças. O Governo de São Paulo dá prioridade a todas as iniciativas que fortalecem a rede de atendimento na primeira infância e soma esforços com o Ministério do Desenvolvimento Social nesta iniciativa tão urgente e necessária para quem mais precisa”, afirmou Floriano Pesaro.

Deixe um comentário abaixo