Crianças atendidas em projetos sociais assistem peça no Teatro Erotides de Campos

Publicado em Por Hosana Cortenove

Esta terça-feira, dia 20, foi um dia diferente para cerca de 375 crianças de instituições de Piracicaba, que tiveram a oportunidade de assistir à peça A Menina Centopéia, baseada no livro de Sandra Sahd, no Teatro Erotides de Campos, no Engenho Central. Muitas delas estiveram em um teatro pela primeira vez.

A peça é realizada pela produtora Cacho de Ideias e Ministério da Cultura (MinC), com patrocínio do Banco Bradesco.

Alefe Medeiros de Souza, 7 anos, e Vinícius de Oliveira Pedrassoli, 8, atendidos pelo Numape (Núcleo Municipal de Apoio Pedagógico de Educação Especial), contaram o que aprenderam com a peça. “Aprendi sobre virtudes, que têm que dividir os brinquedos e amar as pessoas”, contou Alefe. Já Vinícius, que mora com os avós, disse que vai continuar praticando as virtudes. “Temos que respeitar as professoras, nossos pais e ser justos”.

Crianças atendidas em projetos sociais assistem peça no Teatro Erotides de Campos

Crianças atendidas em projetos sociais assistem peça no Teatro Erotides de Campos – Foto: Divulgação

Além do Numape, as crianças do Case (Centro de Atendimento Socioeducativo) e do Colégio Salesiano Dom Bosco Oratório São Mário também viram a peça e ganharam o livro.

Segundo a produtora de A Menina Centopéia, Angela Resta, o livro foi lançado no ano passado e teve ótima receptividade das crianças, o que incentivou a adaptação da peça, indicada para crianças de 4 a 12 anos.

“O tema é sobre virtudes, em especial a virtude da justiça. É muito importante trabalhar a formação humana dessas crianças, para que se tornem cidadãos melhores e consigam transformar a sociedade também”, destacou.

De acordo com a autora do livro, trata-se de uma história real, de uma menininha que ganhava inúmeros pares de sapatos de seus pais, mas que na verdade precisava apenas do carinho e do amor deles.

“A proposta é mostrar a eles desde pequenininhos que não precisamos de tanta coisa material e, sim, mostrar as virtudes, que são atitudes positivas que faltam nos dias de hoje como, por exemplo, ser honesto, justo, corajoso e determinado”, relata a autora Sandra Sahd.

Deixe um comentário abaixo