Crianças da Rede Municipal de Educação recebem óculos através do Projeto Ver e Viver da ArcelorMittal

Publicado em Por Adelle Gebara

Alunos das escolas da rede municipal de Piracicaba já começaram a receber óculos de grau por meio do projeto Ver e Viver da ArcelorMittal.

Este ano, 3.100 crianças de seis anos de idade, 1º ano, das 46 escolas de Ensino fundamental, passaram pela triagem, e até agora 400 foram consultadas por oftalmologista e 105 terão de fazer uso dos óculos de grau.

Na semana passada, a ArcelorMittal, em parceria com as óticas Carol, fez a primeira entrega dos óculos para cerca de 20 crianças.

O Ver e Viver foi implantado pela ArcelorMittal no município em 1999 com o objetivo de diagnosticar problemas de visão em crianças das escolas públicas municipais, do ensino fundamental I. Nesta fase da vida escolar problemas visuais podem interferir no processo de ensino-aprendizagem, por isso a importância da detecção precoce. O projeto é uma parceria entre a ArcelorMittal e as Secretarias Municipais de Educação e Saúde, com o apoio do Setor de Saúde do Escolar e das Óticas Carol.

De acordo com o oftalmologista Paulo César Gaiotto, durante a consulta é possível observar se a criança precisará usar óculos, se possui alguma doença nos olhos, como a catarata, ou problemas nas córneas.

“A nossa visão completa o desenvolvimento quando chegamos aos sete anos de idade. Se a criança já tem um problema antes dos sete, é possível corrigir com óculos, tampão ou cirurgia. Assim, na fase adulta ela enxergará bem e igualmente com os dois olhos.  O diagnóstico precoce previne a cegueira no futuro”, explica.

No término na consulta, o diagnóstico é informado aos pais que já saem com a receita dos óculos, caso a criança necessite.

A secretária de Educação Angela Jorge Corrêa, acompanhou a entrega dos óculos de grau e enfatizou que existe uma equipe trabalhando pela saúde das crianças.

“É muito importante que a crianças enxerguem bem para conseguir estudar de acordo. E temos que detectar isso no início, antes que a criança perca o estímulo em estudar. Estamos muito contentes, porque as crianças vão sair de óculos novos e passarão a enxergar perfeitamente o conteúdo transmitido em sala de aula pela professora”, destacou.

“Crianças da Rede Municipal de Educação recebem óculos através do Projeto Ver e Viver da ArcelorMittal” – Foto: Divulgação

As crianças – o aluno da Escola Municipal Padre Pedro Baron, Levi de Mello Almada, 6 anos, foi diagnosticado com miopia e quando sentava no fundo da sala de aula não conseguia distinguir as letras na lousa. “Eu não enxergava nada, mas agora com meus óculos do desenho animado Carros vou enxergar tudo. Estou muito animado”, contou.

Quem também sentia dificuldades em enxergar as palavras na lousa e tinha fortes dores de cabeça é o aluno Brendo Cauã Gomes Cardoso, 6 anos, da Escola Municipal José Pousa de Toledo.

“Eu adorei os óculos e vou cuidar muito bem deles”, completou.

Deixe um comentário abaixo