Defavari e Marconato buscam mais água e retomada das obras da nova ETE

Publicado em Por Hosana Cortenove

Edison Marconato, vereador reeleito em Rio das Pedras, e Carlos Defavari, prefeito eleito para comandar a cidade a partir do próximo mês de janeiro, estiveram com representantes do Consórcio Intermunicipal das Bacias PCJ (Piracicaba, Capivari e Jundiaí) em Capivari para articular a viabilização de projetos para disponibilizar novas fontes de captação de água (novas represas, mais poços, entre outras alternativas) destinada ao abastecimento público da cidade. Também receberam informações sobre como retomar as obras da ETE (Estação de Tratamento do Esgoto) do município.

O encontro ocorreu em Capivari na última segunda-feira (6). As duas autoridades rio-pedrenses dialogaram com o secretário-executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahóz, e com o coordenador de projetos do Consórcio PCJ, José Cezar Saad.

Do diálogo surgiu uma boa perspectiva para que Rio das Pedras tenha em breve um novo manancial para abastecimento público, com potencial de amenizar bastante o risco de racionamento na cidade nos períodos de estiagem. As partes preferem ainda não divulgar qual seria a possibilidade, uma vez que o processo demanda de negociação bem-sucedida para que a hipótese se efetive.

Lahóz e Saad também se comprometeram a orientar a nova administração rio-pedrense sobre os caminhos a serem percorridos para conseguir a liberação de verbas do Fehidro (Fundo Estadual dos Recursos Hídricos) e de outras fontes de financiamento.

“O abastecimento público será uma das prioridades da minha gestão e trabalharei incansavelmente para aumentar a oferta de água para Rio das Pedras. Esta reunião com o pessoal do Consórcio PCJ foi muito produtiva neste sentido”, disse Carlos Defavari.

Evento – O encontro das autoridades rio-pedrenses com os representantes do Consórcio PCJ se deu em uma reunião organizada pela entidade no Instituto Federal de São Paulo, campus Capivari.

Na oportunidade, foi lançado o documento intitulado “Declaração de Capivari” com o objetivo de fomentar a elaboração e a atualização de Planos Nacionais de Gerenciamento de Recursos Hídricos em toda a América Latina.

Eficiência – Se nesta semana o trabalho de Marconato e Defavari foi para viabilizar projetos que permitam aumentar a capacidade armazenamento de água para o abastecimento público, em junho do ano passado os dois estiveram em São Paulo, em reunião como o secretário de Estado de Saneamento e dos Recursos Hídricos, Benedito Braga, para pleitear a liberação de R$ 4 milhões em investimentos no Saae, visando aumentar a eficiência no sistema de captação e distribuição de água da autarquia. Dois meses depois do encontro, eles receberam resposta positiva da equipe da secretaria e estão otimistas de que a liberação dos recursos será confirmada em 2017.

Deixe um comentário abaixo