Devem ser concluídas até o mês de fevereiro Obras da ETE de Ipeúna

Publicado em Por Diagramador

As obras no canteiro da Estação de Tratamento de Esgoto Sanitário (ETE) de Ipeúna estão aceleradas. A DRR Construções e Comércio iniciou 2016 com as obras do emissário final implantado em APP (Área de Preservação Ambiental), conforme a autorização nº 127.563/2015, da CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), emitida em 10 de dezembro de 2015. A informação é da Secretaria de Projetos e Obras.

Também está em andamento no Km 87+504,79 metros da Rodovia Wilson Finardi (SP-191), a implantação da passagem pelo método não-destrutivo do interceptor, que levará o esgoto da rede coletora até a nova ETE. “Esse procedimento é chamado de passagem não-destrutiva, pois toda a tubulação está sendo instalada sob a rodovia SP-191 sem causar dano ou prejuízo à estrada nem ao tráfego de veículos”, explica a secretária Maria da Graça Guilherme Vieira Favarin.

As obras desta segunda etapa do projeto tiveram início em maio de 2014 e foram executadas até junho do ano passado. “A obra ficou paralisada por aproximadamente cinco meses, sendo retomada no início de novembro, com previsão para término em fevereiro de 2016”, informa a secretária de Projetos e Obras de Ipeúna, Maria da Graça Guilherme Vieira Favarin.

A ETE é composta por um conjunto de oito lagoas existentes, 804 metros de interceptores de esgotos, tanque de pré-tratamento, estação elevatória de esgoto, 84 metros de linha de recalque, 258 metros de emissário final de esgoto tratado, guarita, casa de operação, sistema de drenagem superficial e arruamento, instalações elétricas e paisagismo. As obras estão sendo realizadas pela DRR Construções, contratada por meio de licitação.

A construção da ETE faz parte do “Programa Água Limpa” é e resultado do convênio entre o Governo do Estado de São Paulo, por intermédio da Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos e do DAEE, com o Município de Ipeúna, assinado em agosto de 2013. O investimento do Estado nesta etapa será de R$ 3,7 milhões, dos quais cerca de R$ 1,7 milhões já foram repassados à DRR Construções pelo DAEE. A primeira etapa das obras foi realizada em 2010 e exigiu investimentos da ordem de R$ 3,1 milhões na construção de oito lagoas.

Com a ETE em funcionamento, 10 toneladas por mês de carga orgânica que vem do esgoto doméstico serão 100% tratadas, com 98% de eficiência. O prefeito Ildebran Prata salienta a importância da obra que beneficiará 100% da população ipeunense. “Esta é uma obra de extrema importância para o nosso município, por isso, nos empenhamos muito ao longo dos últimos anos para sua conclusão. A ETE vai complementar os serviços de distribuição de água que já realizamos 100%, contribuindo para a preservação e manutenção do meio ambiente, além de impactar na prevenção à saúde da população”, afirma.

Deixe um comentário abaixo