Escola Municipal de Tempo Integral lança Projeto Festival da Primavera

Publicado em Por Hosana Cortenove

Com o objetivo de promover a socialização e integração entre alunos, professores e comunidade, explorando os conteúdos propostos nas aulas regulares e também nas oficinas do contraturno das aulas, a Escola Municipal de Tempo Integral (EMTI) de Ipeúna está desenvolvendo o Festival da Primavera, projeto pedagógico que prevê a realização de uma gincana com diversas tarefas a serem cumpridas pelos alunos, divididos em três grupos.

A primeira delas, a prova da Solidariedade, que consisti na arrecadação de gêneros alimentícios para doação, será concluída na sexta-feira da próxima semana, dia 28.

“No ano passado arrecadamos quase 600 itens, entre arroz, feijão, café, macarrão, óleo, bolacha, entre outros produtos que foram encaminhados parte ao Fundo Social de Solidariedade e parte para a Sociedade de São Vicente de Paulo”, explica a diretora Andrea Ortolan.

A próxima tarefa é a confecção de roupas de acordo com o tema do festival. Andrea explica que as roupas masculinas e femininas deverão ser confeccionadas pelos próprios alunos nas aulas de Artes e apresentadas durante um desfile.

Os três primeiros colocados em cada categoria somarão pontos para sua equipe. A decoração da escola para o Festival também ficará por conta dos alunos e somará 10 pontos para a tarefa concluída, a ser desenvolvida nas oficinas de Artesanato.

O Festival prevê ainda outras provas, como a venda de votos para a escolha do Rei, Rainha, 1º e 2º Príncipe e Princesas; Show de Talentos; Pesquisa e Exposição de Objetos Antigos; Produção de Poesia; Campeonato Esportivo; e, arrecadação de latinhas.

Os resultados das tarefas e pontuação das equipes serão divulgados durante a cerimônia de encerramento do ano letivo. Vencerá a equipe que realizar as tarefas corretamente e alcançar mais pontos.

A diretora explica que os professores estão trabalhando de acordo com o tema, atividades que contemplam o planejamento de cada ano, fazendo com que os conteúdos tenham significado para os alunos e que façam parte da realidade deles e da escola. “A avaliação será feita de forma qualitativa, os professores poderão avaliar os seus alunos de acordo com o seu interesse nas atividades, participação, interação e socialização com seus colegas e professores”, finalizou a diretora da unidade escolar.

Deixe um comentário abaixo