ESF pede a colaboração da população no combate ao Aedes aegypti

Publicado em Por Hosana Cortenove

A Secretaria de Saúde de Ipeúna, por meio da Estratégia de Saúde da Família (ESF) reitera à necessidade da colaboração da população na realização da campanha “Todos juntos contra o Aedes aegypti”. De acordo com a coordenadora da ESF, Renata Abdalla Zani, as equipes estão enfrentando a resistência de moradores durante as vistorias. “Algumas pessoas não nos atendem e outras não nos deixam entrar para vistoriar os quintais e isso tem comprometido meta diária de vistorias prevista na Campanha”, explica.

A campanha, que teve início em setembro e se estenderá até o final do ano, sempre aos sábados, tem por objetivo eliminar possíveis criadouros do mosquito, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. A próxima vistoria, que deveria ter acontecido no dia 5 foi transferida para o dia 19, em virtude da realização da Semana da Terceira Idade, e incluirá o bairro Altos de Ipeúna e Jardim dos Ipês.

Desde o início do ano, Ipeúna registrou cinco casos de dengue e nenhum caso de febre chikungunya ou zika vírus. “Apesar disso, as pessoas precisam continuar atentas e eliminar qualquer forma de água parada em casa, como pratos de plantas, caixas de água abertas, pneus, mas também evitar jogar lixos nas ruas, pois até uma tampinha de garrafa com água pode ser abrigo para as larvas do mosquito”, enfatiza Renata.

Novas vistorias estão previstas para os dias: 03 e 10 de dezembro. A primeira edição da campanha foi desenvolvida no município entre os meses de março a maio, quando foram visitadas 2.157 imóveis.

Deixe um comentário abaixo