Estado responde positivamente a pedido de Marconato e Defavari para Rio das Pedras

Publicado em Por Hosana Cortenove

Vereador e presidente da Acirp pleitearam investimentos para melhorar o abastecimento de água

 

A Secretaria de Estado de Saneamento e dos Recursos Hídricos respondeu, no último dia 8, positivamente ao pedido feito pelo vereador Edison Marconato (PSDB) e pelo presidente da Acirp (Associação Comercial e Industrial de Rio das Pedras), Carlos Defavari, que pleitearam investimentos em obras e equipamentos para melhorar o abastecimento de água em Rio das Pedras.

Marconato e Defavari estiveram em São Paulo no último dia 22 de junho para entregar os pedidos nas mãos do secretário estadual Benedito Braga, que se reuniu com as autoridades rio-pedrenses por cerca de meia hora. O deputado estadual Rodrigo Moraes (DEM) também participou da reunião para apoiar a reivindicação de Rio das Pedras.

A resposta da secretaria estadual informa que os pedidos entregues pela comissão de Rio das Pedras “enquadram-se nas intervenções financiadas pelo Programa Sanebase”. A secretaria requisitou a apresentação de documentos para dar andamento ao processo.

“A liberação dos recursos ainda não foi autorizada, porém esta resposta rápida é um sinal de que em pouco tempo seremos atendidos. Tenho confiança nisso e iremos continuar cobrando o governo do Estado porque trata-se de um projeto vital para o desenvolvimento de Rio das Pedras”, avaliou o vereador Edison Marconato.

A questão do abastecimento público de água é uma das principais preocupações de cidadãos, comerciantes e empresários rio-pedrenses. Praticamente todos os anos, a cidade passa por racionamento.

Dos fatos: Durante a reunião em São Paulo em 22 de junho, a comissão rio-pedrense foi informada que a Secretaria de Estado tinha em mãos um diagnóstico da situação de Rio das Pedras, elaborado em 2011. O levantamento informa serem necessários investimentos de R$ 4,1 milhões para que o sistema de tratamento de água de Rio das Pedras suporte a demanda projetada para até 2021. Entre as obras necessárias, estão incluídas as que foram pedidas em ofício ao secretário na reunião do dia 22 de junho, além de outras.

Quando esteve em Rio das Pedras em fevereiro de 2015, Alckmin anunciou, no palco da concha acústica da praça central da cidade, a liberação de R$ 4 milhões ao município para serem investidos nas obras listadas pelo governo na área de abastecimento de água. A verba ainda não foi repassada pelo Estado. A alegação é o agravamento da crise econômica ao longo desse um ano e meio. O secretário de Estado prometeu empenho para viabilizar a liberação do recurso.

 

Deixe um comentário abaixo