Farmacêutica orienta para retirada de medicamentos no CEAF

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove

Os medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF) devem ser retirados pelos usuários do Sistema Municipal de Saúde (SMS) do dia 15 ao dia 20 de cada mês. A informação é da farmacêutica Talita Semmler, da Farmácia Municipal de Ipeúna. Ela esclarece que os medicamentos do CEAF correspondem ao processo chamado antigamente de “Alto Custo”.

Talita informa que esses remédios têm período específico de retirada porque são disponibilizados à Farmácia Municipal de Ipeúna pelo Departamento Regional de Saúde de Piracicaba (DRS X) em datas agendadas. “Algumas pessoas confundem esses medicamentos devido à denominação ‘alto custo’, porém esse processo refere-se à Classificação Internacional de Doenças (CID) e Protocolos Clínicos estabelecidos e não ao valor / preço”, esclarece a farmacêutica.

Farmacêutica orienta para retirada de medicamentos no CEAF

Farmacêutica orienta para retirada de medicamentos no CEAF – Foto: Divulgação

Quando o paciente apresenta a prescrição de medicamento que não faz parte da rede básica de saúde, mas sim do CEAF, é orientado sobre a abertura do processo e também sobre os documentos necessários para encaminhamento à Regional de Saúde. “Após a aprovação do processo pelo DRS X, entre 30 a 90 dias, os medicamentos são disponibilizados para nós, que fazemos a entrega aos pacientes, sempre observando essas datas”. Além disso, alerta a farmacêutica, o usuário deve ficar atento ao período de renovação da documentação (laudo e receituário médico), o que ocorre a cada três meses.

Talita explica que os pacientes que não retiram seus medicamentos na data, não tem seu processo enviado para a regional no início do próximo mês. “Se isso ocorrer, o medicamento não será dispensado e o paciente pode ficar impossibilitado de fazer o tratamento no mês seguinte”, ressalta.

Além disso, por se tratar de medicamentos disponibilizados pelo Ministério da Saúde e Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, ela esclarece que podem ocorrer atrasos ou até mesmo a falta dos mesmos para a dispensação. “Quando isso acontece, o paciente é orientado sobre a falta de seu medicamento e quando deve procurá-lo na farmácia em outra data”, finaliza.

A Farmácia Municipal funciona na Unidade Básica de Saúde (UBS), localizada na Rua Araripe Custódio da Fonseca nº 1100, Altos de Ipeúna. O horário de atendimento ao público é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, exceto feriados e pontos facultativos. Mais informações pelo telefone 3537.1324 até às 16h.

Deixe um comentário abaixo