Fatep promove campanha para arrecadar roupas usadas

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove

Piracicaba 05/05/2017 – As pequenas mudanças no clima já trazem à tona a preocupação com quem precisa de ajuda, especialmente no inverno.

Com o objetivo de envolver alunos, professores, funcionários e voluntários, a diretoria da Fatep (Faculdade de Tecnologia de Piracicaba) decidiu promover uma campanha para a arrecadação de roupas usadas e em bom estado de conservação.

A Campanha do Agasalho da Fatep começou no dia 01 deste mês e segue até dia 1º de junho. As doações podem ser entregues na biblioteca da instituição de ensino, das 13 às 22 horas, de segunda a sexta-feira.

De acordo com o professor Marcos Antonio de Lima, diretor-mantenedor da Fatep, serão aceitas peças em bom estado como roupas, calçados, acessórios (gorros, bonés, cachecóis entre outros), cobertores, mantas e edredons.

As doações serão encaminhadas ao Grupo de Voluntários Café Fraterno, que distribui cafés da manhã e sopas a moradores de rua.

“É a primeira vez que fazemos a campanha do agasalho e esperamos contar com a adesão da nossa comunidade acadêmica. Sempre é válido conversar em casa, envolver os amigos e familiares. É uma boa oportunidade para organizar o guarda-roupa, selecionando peças que possam ajudar aos mais necessitados”, convida o diretor.

Fatep promove campanha para arrecadar roupas usadas

Fatep promove campanha para arrecadar roupas usadas

Praticar a solidariedade faz parte da história da Fatep, que sempre promove ações voltadas ao bem comum. Em 2016, por exemplo, os alunos do curso do curso Superior de Logística arrecadaram 360 quilos de alimentos não perecíveis e produtos de higiene e limpeza para o Lar Betel, que cuida de idosos. A doação completou um desafio valendo nota.

Em dezembro do mesmo ano, 272 crianças de três creches de Piracicaba ganharam brinquedos e livros doados por alunos, professores e funcionários durante campanha realizada pela Fatep. A entrega contou com Papai Noel e distribuição de doces.

Soma-se a ações sociais, a gratuidade na inscrição do vestibular aos doadores de sangue e órgãos. “É uma forma de contribuir com o Hemonúcleo de Piracicaba e também permitir o acesso aos estudos”, conclui Marcos de Lima.

Cerca de 30 voluntários se reúnem, através do grupo Café Fraterno, para preparar e distribuir, a 160 moradores de rua, cafés da manhã e sopas. Ao participar da entrega, os voluntários transmitem mensagens de fé e amor ao próximo. Junto com a alimentação, são entregues também kits de higiene e roupas – geralmente resultado da arrecadação entre os voluntários, familiares e amigos.

Em Piracicaba, a distribuição conta com a colaboração dos grupos Semente de Luz,  Caminho da Paz, Casa do Caminho e União Espírita, que se alternam, contemplando assim a entrega de cafés da manhã todos os domingos e sopas, às terças-feiras.

Deixe um comentário abaixo