Flavio Castelar profere palestra no “Sugar & Ethanol Summit – Brazil Day” em Londres

Publicado em Por Hosana Cortenove

O setor sucroenergético brasileiro e seu potencial de mercado foram discutidos no 5º Sugar & Ethanol Summit – Brazil Day, promovido pelo Ministério das Relações Exteriores e Datagro Consultoria com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), por meio do Projeto Brazil Sugarcane Bioenergy Solution e apoio institucional do Arranjo Produtivo Local do Álcool (Apla).

A conferência foi realizada nesta segunda-feira, 20 de junho no Institute of Directors (IOD) em Pall Mall, Londres na Inglarerra.

Na conferência, o Apla e a Apex-Brasil participam com a palestra “Bens de Capital: avanços tecnológicos e oportunidades”, ministrada pelo diretor executivo do Apla, Flavio Castelar, que também é presidente da ACISP (Associação Comercial e Industrial de São Pedro).

No painel houve á participação de Rosa Delgado e Suzanna Paz da Powertrain, Silvio Silas Geraldini da Turbimaq e Paulo Roberto Gallo, da Servseth Automação Industrial.

Na oportunidade, houve também atendimento para potenciais compradores e investidores no estande montado no Africa Energy Forum, que foi realizado entre quarta-feira e ontem, no The O2 Hotel, em Londres.

Neste espaço, o Projeto Brazil Sugarcane Bioenergy Solution, desenvolvido em parceria com a Apex-Brasil e Apla, pode divulgar e mostrar a tecnologia de máquinas, equipamentos, soluções das empresas associadas ao cluster.

Este ano, além da palestra, pudemos participar do Fórum com estande montado especialmente para promover as empresas e, assim, difundir a tecnologia e a capacidade que o Brasil possui para exportação no setor sucroenergético”, explicou o diretor executivo do Apla, Flavio Castelar.

O quadro de palestrantes deste evento contou ainda com palestras de líderes do setor sucroenergético como Plinio Nastari, presidente da Datagro, Eduardo dos Santos, embaixador do Brasil no Reino Unido, Almir Americo da Apex-Brasil, Renato Pontes Cunha, presidente do Fórum Nacional Sucroenergético, Elizabeth Farina, da Unica, Gustavo Leite do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), Simon Usher da Bonsucro Londres e José Orive, da Organização Internacional do Açúcar (ISO).

A quinta edição do evento teve como objetivo levar aos representantes da comunidade financeira, líderes e investidores de Londres e dos países da Comunidade Europeia, informações sobre o potencial do açúcar e etanol do Brasil – atualmente, o maior país produtor de açúcar e o segundo maior em produção de etanol.

Entre os diversos assuntos que foram discutidos na conferência, os especialistas abordaram temas relacionados às vantagens da diversidade no mercado e indústria brasileira de açúcar e etanol, oportunidades de negócios no Brasil, avanços tecnológicos, produtividade e sustentabilidade em açúcar e etanol fabricados à base de cana-de-açúcar, dentre outros.

De acordo com o diretor executivo do Apla, Flavio Castelar, a conferência mostrou todo potencial relacionado ao setor sucroenergético brasileiro.

“O Apla apoia esta conferência desde a primeira edição e acredito que as iniciativas do governo brasileiro em organizar eventos que possam apresentar ações brasileiras de sucesso, ajudam as empresas e o Brasil a acessar novos mercados, exportar tecnologias e o nosso know-how”, destacou Castelar, que é também presidente da ACISP (Associação Comercial e Industrial de São Pedro).

 

Deixe um comentário abaixo