IAC instala nova estação Pluviométrica em São Pedro

Publicado em Por Adelle Gebara

Desde a última quarta-feira, (6), voltou a funcionar uma importante ferramenta de avaliação das condições climáticas de nosso município e de nosso estado, a nova Estação Meteorológica Automática que foi disponibilizada pelo IAC (Instituto Agronômico de Campinas), depois que a outra foi destruída devido à ocorrência de incêndios, e após varias ocorrências, o município foi procurado por técnicos do IAC solicitando um novo local para acomodar a estação meteorológica.

Instalada em outubro de 2007 a primeira Estação Meteorológica Automática, ficava atrás da área do antigo matadouro municipal, próximo ao Bordadão onde funcionou até o ultimo dia 24 de julho de 2017.

Diante a solicitação, Nilson Marchezi, coordenador da rede intersetorial e responsável pelo departamento do meio ambiente diante da solicitação, procurou um novo local para receber o novo equipamento.

“IAC instala nova estação Pluviométrica em São Pedro” – Foto: José Marino

“Aproveitando o momento, buscamos oferecer uma área com melhor acesso de forma que ser visitada por alunos da rede municipal, escolas particulares, e moradores em geral, o equipamento esta sendo estalado em uma área que fica dentro do espaço onde esta localizado o novo Cemitério Parque, no Bairro Recanto das Águas próximo a escola creche, João Baltieri”, explicou.

Nilson Marchezi afirmou ainda que a realocação do equipamento, trás vários os benefícios para o município.

“O equipamento aperfeiçoa o trabalho de monitoramento meteorológico, conseguindo prever com antecedência e com mais eficiência a formação de tempestades, núcleos de instabilidades, tempestades radioativas e monitoramento de temperatura e umidade relativa do ar, além de abastecer um banco de dados municipal, auxiliando ações da Defesa Civil durante as operações Verão e Estiagem”, relatou. “Agora a população poderá visitar e conhecer o equipamento que é totalmente alto suficiente, pois funciona com energia solar. A Estação é automática e emite dados climáticos a cada 20 minutos”, concluiu Marchezi.

O equipamento é dotado de sensores e sondas acoplados a uma torre e conectados a um programa chamado Datalogger para leitura e processamento dos dados captados pela estação. O Datalogger salva as leituras e envia as informações a um transmissor de dados por celular via GPRS (General Packet Radio Service) conectado a um diretório na internet, onde os dados coletados pela estação são processados e disponibilizados no site http://www.ciiagro.org.br/ema. ou dados de São Pedro. http://www.ciiagro.org.br/ema/index.php?id=74

Ela possui oito funções: sensor de umidade do solo; sensor de temperatura do solo; pluviômetro automático; piranômetro de captação de radiação solar global; sensor de temperatura; umidade relativa do ar; anemômetro que capta a velocidade do vendo e direção do vento.

Deixe um comentário abaixo