João Victor solicita a secretário uma unidade do Banco do Povo Paulista

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove

Parlamentar destacou a vocação turística e comercial da cidade e a baixa taxa de juros do programa

O vereador João Victor Barboza (PSDB) quer trazer para Águas de São Pedro uma unidade do Banco do Povo Paulista. Na semana passada, esteve reunido com o secretário estadual de Emprego e Relações do Trabalho, José Luiz Ribeiro.

Na oportunidade João Victor, esteve acompanhado do ex-vereador e presidente local do Solidariedade, Carlos Eduardo Gonçalves, o Carlinhos da Farmácia, pediu ao secretário a liberação do programa para o município por meio de convênio com o estado, que segundo ele, esta seria mais uma forma de estimular o desenvolvimento e a economia local.

“O Banco do Povo Paulista abre um leque enorme de oportunidades para os microempreendedores. São linhas de crédito com juros baixíssimos, que podem alavancar e melhorar os negócios de comerciantes e lojistas de nossa estância.”

Atualmente, a taxa de juros tanto para pessoa física quanto jurídica é de apenas 0,35% ao mês. A liberação de crédito varia, sendo até R$ 15 mil para pessoa física, R$ 20 mil para pessoa jurídica e até R$ 25 mil para associações.

João Victor também consultou o secretário sobre a possibilidade de trazer mais eventos que integram o calendário do estado para Águas de São Pedro. “Nosso foco é fazer parceria com a secretaria para atrair empresas que se relacionam com o estado para que façam suas convenções aqui. Isso gera maior demanda nos dias de semana e aquece o fluxo nos comércios e rede hoteleira”, destacou.

Escola do empreendedor – Outra solicitação do vereador é a Escola do Empreendedor Paulista. O objetivo deste programa é oferecer conhecimento que facilite a gestão dos micronegócios.

Para isso, a Escola do Empreendedor Paulista oferece dez cursos: empreendedorismo na prática, atendimento ao cliente, consumidor e fornecedor, ações de marketing, formalização, formação de preços, vendas e ganhos, gestão financeira, higiene e segurança e sustentabilidade e comunidade.

Estes cursos têm como público-alvo microempreendedores urbanos e rurais, formais e informais, que sejam ou não clientes do Banco do Povo Paulista. Os cursos são gratuitos uma vez que seja feita a parceria com o município e integram a modalidade de educação à distância por meio de videoaulas.

“Fomos muito bem recebidos pelo secretário, que já sinalizou positivamente com relação ao convênio. Agora vamos levar ao conhecimento do prefeito para que possamos dar início ao procedimento formal e se possível em breve contar com o Banco do Povo Paulista, promover a Escola do Empreendedor em parceria com a Associação Comercial – ACASP e atrair convenções para nossa estância.”

Deixe um comentário abaixo