Ex-funcionários do grupo Dedini decidem não participar da Assembleia de recuperação judicial após proposta apresentada pela empresa

Publicado em Por Hosana Cortenove

Sindicato dos Metalúrgicos irá pedir uma avaliação minuciosa do imóvel

Mais uma vez a Dedini Indústria de Base S/A usa de má-fé em relação ao pagamento dos direitos dos trabalhadores, ao apresentar no plano do processo de recuperação judicial, uma proposta de venda de um imóvel, horas antes da Assembleia de credores que estava marcada para acontecer (26/05), às 9h30, no Ginásio Municipal de Esportes “Waldemar Blatkauskas”, em Piracicaba.

Por se tratar de um relatório de mais de 200 folhas, o departamento jurídico do Sindicato não teria tempo hábil de avaliar a proposta. O imóvel de venda apresentado pela empresa seria a Codistil do Nordeste, no valor de R$ 33 milhões, que está instalada em Recife.

Como medida a diretoria do Sindicato reuniu todos os ex-funcionários da empresa que iriam participar da Assembleia e por decisão, a maioria optou por não entrar na sessão, o que causou o cancelamento da mesma, pois não houve quórum suficiente para realização.

Segundo João Carlos Ribeiro, Jipe, diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba, “colocaram a venda um imóvel no valor de R$ 33 milhões, mas será que este valor está correto? E se este imóvel estiver penhorado pelo banco? Iremos pedir uma avaliação do imóvel, temos 10 dias para estudar a proposta e dia 05 de maio, data da próxima Assembleia, a decisão correta será tomada”, destacou.

A Assembleia de credores é um momento para todos os ex-funcionários do Grupo Dedini tirar dúvidas, participarem da votação sobre aprovação, rejeição ou modificação do plano de Recuperação Judicial.

Em créditos trabalhistas a dívida da empresa gira em torno de R$ 40 milhões. Todos os trabalhadores dispensados da Dedini até agosto de 2015 com verbas rescisórias a receber, têm direito ao voto.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Sertãozinho também esteve presente. De acordo com o presidente Samuel Marqueti, “temos que agir com cautela e inteligência, procurar um caminho menos árduo. Foi habilitado um imóvel, que não sabemos se realmente vale esse valor”, comentou.

Assembleia: A diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba marcou para o próximo dia 30 de abril, às 9h30, no Clube recreativo da entidade (Av. Dois Córregos, 3110), uma assembleia com os ex-funcionários do grupo Dedini, demitidos até agosto de 2015, para dar um posicionamento do que foi analisado da proposta apresentada pela empresa.

A Assembleia de recuperação judicial em segunda chamada ocorrerá no próximo dia 5 de maio, às 8h30, no Ginásio Municipal de Esportes, (Rua Treze de Maio, 2122, Cidade Alta, Piracicaba), com a presença de qualquer número de credores.

Deixe um comentário abaixo