PR de Águas de São Pedro tem novamente Marco Casarini como Presidente

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove

A notícia anunciada recentemente, em um jornal que circula em Águas de São Pedro, de que a Comissão Diretora Provisória Municipal do PR (Partido da República) numa tentativa de golpe, havia passado para as mãos de outro grupo político, durou pouco.

Nesta terça-feira, a Executiva Estadual do PR restabeleceu a diretoria anterior, presidida pelo secretário municipal de Saúde, Marco Casarini, e o partido retorna ao grupo do prefeito Paulo Ronan (PSDB), do qual os integrantes da diretoria restabelecida nunca deixaram de fazer parte.

O retorno do partido, que tem os vereadores Marcos Bomfate (Presidente da Câmara de Vereadores) e Marco Berto (Segundo Secretário da Câmara), foi chancelada pelo deputado federal Milton Monti (PR).

Marco Casarini destaca que o PR fará sua convenção municipal no próximo domingo, dia 31, que o partido respeita a democracia e espera que ela prevaleça sempre.

“Estamos em pré-campanha eleitoral e bem próximos da realização de convenções partidárias para definir quais serão os candidatos a prefeito, vice e vereadores. Assim, até 05 de agosto, os filiados a partidos políticos deverão escolher aqueles que concorrerão às eleições de outubro. Nosso partido, o PR, também participará desse acontecimento cívico e democrático, em conjunto com outras legendas, no domingo, 31 de julho. No início da semana, o Deputado Federal Milton Monti nos recebeu em seu escritório em São Paulo, em que prevaleceu o diálogo aberto e verdadeiro, e assegurou a livre participação do PR no processo eleitoral, o que está consolidado desde 2008, após reformulação do órgão de direção local”, explica o presidente do PR.

“Praticamos a política nos moldes do estado democrático de direito, acreditando que as composições devam acontecer segundo a vontade do colegiado, respeitada a decisão da maioria, pela livre manifestação do voto. Agradecemos a todos aqueles que, como nós, creem na liberdade de exercer uma política digna, respeitando o espaço de todos, inclusive adversários, mas, em especial, o direito de cada eleitor escolher o seu candidato, respeitando o resultado das urnas”, completou o presidente do partido.

Deixe um comentário abaixo