Práticas de inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho foi tema de evento em Piracicaba

Publicado em Por Hosana Cortenove

Nesta terça-feira, 07, aconteceu em Piracicaba, o encontro Praticando a Inclusão no Mundo do Trabalho, do Comitê de Inclusão da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho (Comit–PCD).

O evento, que ocorreu das 9h às 13h, no Teatro Erotídes de Campos, no Engenho Central. Participaram do evento o prefeito Gabriel Ferrato; o secretário municipal de Trabalho e Renda (Semtre) que também é o coordenador do Comit-PCD, Carlos Beltrame; o gerente regional do Ministério do Trabalho e Previdência Social, Antenor Varolla; o coordenador do Conselho Municipal de Proteção, Direitos e Desenvolvimento da Pessoa com Deficiência (Comdef), Francisco Núncio Cerignoni; o secretário estadual de Emprego e Relações do Trabalho, José Luiz Ribeiro; o vereador Pedro Kawai e representantes das empresas parceiras.

O encontro, realizado em parceria com o Ministério do Trabalho, teve como objetivo promover a sensibilização da sociedade em geral e dos empregadores, em particular, acerca das políticas públicas e práticas de inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho, criar mecanismos para o atendimento à Lei Federal nº 8.213/91, que prevê a contratação de pessoas com deficiência ou reabilitados em um percentual de 2% a 5% do quadro total de funcionários e a promoção e a inserção profissional em condições adequadas, além da observância dos programas de apoio à pessoa com deficiência.

Em sua fala, Ferrato enfatizou a importância de manter um debate contínuo sobre as políticas públicas de inclusão.

“Creio que a criação deste comitê tem o objetivo de desenvolver e debater sobre questões tão importantes como a inclusão. Seja na escola, no mercado de trabalho e na sociedade como um todo, ela deve acontecer sempre.” Ferrato afirmou que a inclusão deve acontecer diante de uma mudança cultural. “As pessoas devem estar preparadas para isso, e este é o nosso maior desafio: realizar a mudança na cultura”, enfatizou o prefeito de Piracicaba, Gabriel Ferrato.

O Comit, criado pela Prefeitura de Piracicaba em 2015, pelo Decreto nº 16311/15 e coordenado pela Secretaria Municipal do Trabalho e Renda (Semtre), vem atuando como agente facilitador da união entre empresas, órgãos públicos e entidades para a inclusão da pessoa com deficiência, tanto no trabalho como na sociedade.

“Esse encontro acontece em um momento preocupante do país, principalmente no cenário econômico. E ver um grupo unido pensando em possibilidades de ajudar pessoas tão capazes a ingressar no mercado de trabalho é, de fato, gratificante”, observou José Luiz Ribeiro.

O secretário da Semtre, Carlos Beltrame, conta que o evento é diretamente voltado às empresas e empregadores, entidades de promoção da pessoa com deficiência, entidades patronais e de trabalhadores, instituições de ensino, representantes do setor público, técnicos do Cerest, INSS e Ministério do Trabalho e outros interessados. “O evento dá a oportunidade de as empresas conhecerem de perto as necessidades da pessoa com deficiência e eliminar possíveis preconceitos, além de abrir as portas para o mercado de trabalho”, disse.

Para o coordenador do Comdef, Francisco Núncio Cerignoni, a inclusão é uma via de duas mãos. “De um lado temos a pessoa com deficiência que se esforça e vai em busca de sua qualificação, e do outro temos as empresas e a sociedade que se preparam para receber e ajudar no desenvolvimento e crescimento de cada um”, explica Cerignoni.

A Semtre realiza, desde 2011, anualmente, a promoção da sensibilização da sociedade em geral, e dos empregadores em particular, acerca das políticas públicas e práticas de inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho.

O Comit-PCD tem como parceiros o Conselho Municipal de Proteção Direitos e Desenvolvimento da Pessoa com Deficiência (Comdef), Câmara de Vereadores de Piracicaba, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho/Programa de Apoio à Pessoa com Deficiência (Sert/PADEF), Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Piracicaba (Cerest), Conselho das Entidades Sindicais de Trabalhadores de Piracicaba (Conespi), Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas, de Material Elétrico, Eletrônico, Siderúrgicas, Fundições e Similares de Piracicaba e Região (Simespi), Associação Comercial e Industrial de Piracicaba (Acipi), Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), Senai, Senac, Diretoria de Ensino, Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), entidades de ensino superior, Sebrae, Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Centro de Reabilitação Piracicaba (CRP) e Comissão Municipal de Emprego de Piracicaba (ComEmprego).

Deixe um comentário abaixo