Prefeito eleito Paulo Barboza ressaltou a importância da Regionalização do Turismo durante encontro realizado em Águas de São Pedro

Publicado em Por Hosana Cortenove

Representantes de 8 regiões do Estado debateram a importância das parcerias entre poder público e iniciativa privada

Águas de São Pedro sediou, na quarta-feira, dia 30, o Fórum do Programa de Regionalização e Desenvolvimento do Turismo. O evento realizado no Grande Hotel Senac reuniu 120 pessoas de oito regiões do Estado. Participaram representantes do Senac, do poder público e da iniciativa privada de mais de 100 municípios. Em pauta, a importância da articulação conjunta de políticas que fomentem o turismo.

Águas de São Pedro foi representada pelo prefeito eleito Paulo Barboza (PSDB), o secretário de Turismo Fabio Pontes, funcionários municipais e representantes da Acasp (Associação Comercial de Águas de São Pedro). Também estiveram presentes os vereadores eleitos para 2017, Anderson Cardoso (PR) e Valter Leandro Ferreira (PPS), além de membros da Região Turística Serra do Itaqueri, que reúne Águas e outros 12 municípios.

O fórum é anual, mas foi a primeira vez que contou com representantes de oito regiões. Até 2015, o encontro reunia somente participantes da Serra do Itaqueri, que debatem a importância da regionalização há sete anos.

“Desde julho deste ano, outras sete regiões entraram no programa. Todas elas estão apresentando planos de regionalização do Turismo. O evento de hoje é importante para expor esses planos, contar as experiências, as participações necessárias e as dificuldades encontradas”, destacou o gestor de Desenvolvimento Social do Senac, Jorge Silveira Duarte.

As oito regiões turísticas representadas são Serra do Itaqueri, Histórias e Vales, Roteiro dos Bandeirantes, Vale do Paraíba, ABC-TUR, Vale do Ribeira, Polo Cuesta e Jaú.

“A metodologia do Senac é baseada no diálogo e é isso que buscamos: a interação entre o poder público e a iniciativa privada. Todos precisam interagir, porque, na prática, todos são comunidade”, complementou Duarte.

“A regionalização é muito importante para que os municípios possam reivindicar, junto à Secretaria de Turismo do Estado, novos investimentos e ações, como a captação de recursos e a divulgação de eventos. Como constatado neste evento, a Serra do Itaqueri é destaque na regionalização estadual e serve de exemplo para outras regiões que vem sendo formadas”, exaltou Fabio Pontes.

Ao longo de 2016, houve a criação de uma câmara temática com representantes do programa. Eles debateram temas como a importância dos conselhos municipais, da realização de pesquisas junto aos turistas e a promoção e a divulgação de eventos, entre outros.

No fórum, entre as rodadas e diálogos, também houve a apresentação das metas para 2017. De acordo com o Senac, a proposta é levar o programa de regionalização a 12 regiões no ano que vem, com um alcance total de 150 cidades.

Duarte, inclusive, citou que a união das políticas regionais de turismo pode, em um futuro próximo, resultar na elaboração de uma política pública estadual de regionalização. Ela poderia aumentar a representatividade do setor e, entre outros benefícios, fomentar o desenvolvimento econômico do turismo no interior.

O prefeito eleito Paulo Barboza destacou a importância do evento. “O Turismo é a principal fonte da economia água-pedrense. Toda união de forças é bem-vinda para alavancá-lo cada vez mais. Assim, todos saem ganhando”, disse.

Deixe um comentário abaixo