Prefeito participa da apresentação de plano de perdas físicas aos servidores do SEMAE de Piracicaba

Publicado em Por William Camargo

Foi apresentada a implantação do Plano de Perdas Físicas de Piracicaba, para mais de 100 servidores das regionais do Semae- Serviço Municipal de Água e Esgoto no Salão Nobre da Fumep – Fundação Municipal de Ensino de Piracicaba.

Na ocasião, os engenheiros do Semae Pedro Caes e Sandro Camossi abordaram diversos temas como o índice de perdas no sistema, as principais causas e quais são os objetivos a serem alcançados e os meios para atingi-los.

O prefeito Gabriel Ferrato fez a abertura do encontro, que aconteceu nesta segunda-feira, dia 28 e enfatizou a importância do serviço realizado pelas equipes da manutenção.

“Passamos por momentos difíceis durante estes anos, mas vocês conseguiram, é fundamental o trabalho de vocês. Somos o 15º no ranking de saneamento do país, e tenho certeza que conquistaremos o 5º lugar, e como cidadão, devo meu respeito pelo trabalho duro que vocês executam”, declarou Ferrato.

Em seu discurso, Danielle Pacheco Santim, presidente do Semae ressaltou o trabalho em equipe.
“Passamos por momentos turbulentos quando a população reclamava não só do aumento da tarifa, mas também do número de vazamentos que existiam. Por mérito de muitos, mas principalmente de vocês, reduzimos em mais de 70% o número de vazamentos na cidade. E por isso, quero deixar registrado meu muito obrigada, vocês fizeram a diferença” afirma a presidente.

Prefeito participa da apresentação de plano de perdas físicas aos servidores do SEMAE de Piracicaba

Para melhor entender a implantação do Plano de Perdas, os servidores puderam ter dimensão da importância do próprio trabalho, pois, os resultados da economia com a implantação – que teve início na região do Boa Esperança-  foram apresentados pelos engenheiros.

Marcos Prates, gerente das regionais o encontro foi muito produtivo.

“Foi muito bom a gente ter conhecimento de todo o processo, pois, como cada um executa um papel, e por vezes não sabemos ao certo o papel do outro. Foi legal saber do processo de setorização e controle de pressão, e conhecer certos alguns equipamentos, como o data loger (instalado em cada setor para estudo de abastecimento), o qual contribuiu para diminuição dos vazamentos na região de Santa Terezinha e Boa Esperança. Para nós da área de manutenção foi excelente para conhecimento e aprimoramento nos trabalhos”, conclui Prates.

Deixe um comentário abaixo