Prefeitura de Charqueada pede colaboração da população para manter Cidade limpa

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove

Charqueada 05/05/2017 – A Prefeitura de Charqueada pede a conscientização da população para manter a cidade sempre limpa.

De acordo com a Prefeitura somente com apoio da população, aliada ao trabalho da Administração Municipal é que isso será possível.

Manter a cidade limpa é ao mesmo tempo um direito e um dever e não é uma missão tão difícil se todos fizeram sua parte.

Por exemplo, ao evitar o descarte inadequado, seja em vias, terrenos e canais você exerce um ato de cidadania e contribui com a manutenção da limpeza urbana.

Prefeitura de Charqueada pede colaboração da população para manter Cidade limpaPrefeitura de Charqueada pede colaboração da população para manter Cidade limpa

Prefeitura de Charqueada pede colaboração da população para manter Cidade limpa – Foto: Divulgação

Outro exemplo de algo bem simples: coloque os sacos de lixo na porta de casa apenas nos dias e horários de coleta, pois evita-se a ação de animais e de outros agentes que podem rasgar os sacos e deixar o lixo espalhado.
O cidadão é o primeiro a ganhar com a limpeza, mas também o primeiro a perder quando promove sujeira.

Sejam o papel e o plástico, que entopem bueiros e provocam inundações, ou os restos de obra ou de reforma, que são descartados inadequadamente em praças e esquinas.

A prefeitura sugere e pede que sejam adotadas as seguintes medidas para colaborar com a limpeza:  não jogue lixo em vias públicas. Caso você tenha algo a descartar, guarde o material consigo até encontrar a lixeira mais próxima. Não custa lembrar: lugar de lixo é na lixeira; em casa, acondicione o lixo doméstico em sacos plásticos devidamente amarrados, com cuidado de não exceder a capacidade de peso e volume; coloque os sacos de lixo na porta apenas nos dias de coleta. Caso tenha dúvidas sobre os dias e horários da coleta em seu bairro, informe-se na prefeitura; no caso dos terrenos, o proprietário deve mantê-lo sempre limpo; e não jogue lixo ou material inservível, como sofás, colchões, móveis e eletrodomésticos, em rios, córregos e encostas, pois além de configurar crime ambiental, o descarte inadequado pode provocar inundações, alagamentos e transtornos em período de chuvas.

Deixe um comentário abaixo