Prefeitura pede colaboração da população para combater a Dengue em Brotas

Publicado em Por Hosana Cortenove

A Prefeitura de Brotas, através da Secretaria da Saúde e Vigilância Epidemiológica, informa que após terminar o LIRA (Levantamento Rápido de Infestação do Aedes), foi constatado que em 720 imóveis pesquisados foram encontrados 1002 possíveis criadouros (a maioria em pratos de plantas, latas, calhas, etc). A boa notícia é que, apesar de muitas pessoas ainda não fiscalizarem seus quintais, apenas duas amostras do mosquito foram encontradas. Por isso a prefeitura pede cada vez mais atenção por parte dos moradores.

Com a intensificação das chuvas, se o cenário se mantiver o mesmo, há risco de contaminação em larga escala.

“Pedimos que a população colabore. Não podemos descansar um dia contra o Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. É dever de cada cidadão olhar seu quintal diariamente a procura de possíveis criadouros. 80% dos focos estão dentro das casas”, pede Jussara Susi, chefe do setor de Zoonoses.

Lembrando que Brotas tem uma lei municipal aprovada no ano passado, que normatiza o procedimento para entrada de agentes em imóveis fechados, além de criar uma multa no caso de flagrante de focos de larvas e mosquitos. O valor é a partir de R$ 500. A legislação busca conscientizar a população, tanto é que, na primeira vez que o problema for encontrado, a pessoa receberá apenas uma advertência. A multa só acontece na reincidência e dobrará a cada ocorrência.

Deixe um comentário abaixo