Reunião pública sinaliza criação de fórum para debater cultura

Publicado em Por Hosana Cortenove

Na noite desta quarta-feira, dia 07, a Câmara de Piracicaba, conforme requerimento 847/2016, de autoria do vereador José Antonio Fernandes Paiva (PT) reservou o Plenário “Francisco Antonio Coelho”, para promover reunião pública para discutir o Plano Municipal de Cultura, que ainda não foi elaborado e enviado à Câmara, embora o município, desde agosto de 2014 esteja inserido no Sistema Nacional de Cultura.

O evento foi registrado em ata eletrônica e, reuniu representantes de entidades do setor cultural e, teve transmissão ao vivo pela TV Câmara, canal 08 da Net, TV Digial canal 60.4 UHF e, pelo endereço eletrônico, no site www.camarapiracicaba.sp.gov.br.

Na composição da mesa diretora, a chefe de gabinete do vereador Paiva, Valéria Rodrigues coordenou os trabalhos da noite; o membro do Conselho da Cidade, professor Isaac Roston Júnior, que  discorreu sobre  a formulação de um plano municipal de cultura, abrangendo todas as áreas, como saúde, educação e esporte, para elaborar um plano consistente que contemple todos os envolvidos no processo; o ex-secretário de Cultura, Heitor Galdenci, que abordou sobre sua experiência na formulação do Plano Nacional de Cultura; o jornalista Mário Camargo, que apresentou um histórico demonstrando as diversas intervenções do gabinete do vereador Paiva, por intermédio de requerimentos questionando os equívocos da atual administração municipal no processo de adesão do município no Sistema Nacional de Cultural, e o vereador Paiva, que no final da reunião lançou a iniciativa em se criar o Fórum Permantente de Debate sobre a Cultura no Município de Piracicaba.

Na reunião foram levantados diversos questionamentos sobre a formação do Conselho Municipal de Cultura, cuja composição está sendo objeto de interposição no Ministério Público. Com mais de três horas de discussões, os participantes da reunião pública marcaram para a próxima sexta-feira, dia 9 de dezembro, às 14 horas, nas dependências do Sindicato dos Bancários, rua XV de Novembro, 549, o fechamento final de um documento que sintetize os principais pontos discutidos na Câmara e que será objeto de discussão política frente aos novos gestores públicos em 2017.

Deixe um comentário abaixo