Santa Casa realiza 17º Encontro do Serviço Social

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove

“Lidamos com situações críticas todos os dias no ambiente hospitalar e o evento é uma forma de levar descontração e consolidar a integração entre os profissionais da área, que mantém contato diário e permanente com pacientes e familiares”.  Com esta frase, a coordenadora do Serviço Social da Santa Casa de Piracicaba, Adaltiva Alves Gama, justificou a motivação da equipe em organizar e promover o 17º Encontro de Assistentes Sociais da Instituição.

O evento, marcado para as 9 horas de ontem sexta-feira, 19, na Área de Lazer do Hospital, reuniu profissionais de diversas instituições de saúde de Piracicaba e região durante missa em ação de graças celebrada pelo Frei Maurício José Silva dos Anjos e palestra ministrada pela pedagoga e educadora física do Saúde Inteligente da Santa Casa Saúde, Rosana Durazzo, que deu dicas para os interessados em “Aprender a Viver Bem”.

Santa Casa realiza 17º Encontro do Serviço Social

Santa Casa realiza 17º Encontro do Serviço Social -Foto: Divulgação

A programação teve também momento dedicado a homenagens, sempre esperado pelas profissionais da área, e almoço de confraternização. Destaque para o lançamento oficial da ‘Banda Dubem’, grupo musical formada por funcionários da Santa Casa. “Uma idealização do Serviço Social que deu certo, fortalecendo a cada dia o vínculo entre as equipes de trabalho”, enfatizou Adaltiva.

Atuação– Na Santa Casa, as assistentes sociais somam nove profissionais empenhadas em planejar e promover ações para orientar clientes e familiares a superar problemas que possam ocorrer durante o período de internação hospitalar. “Trabalhamos como mediadoras entre a família do paciente e a equipe multiprofissional, que inclui enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, médicos e nutricionistas”, explica Adaltiva.

Entre as situações mais corriqueiras, ela cita o levantamento de informações sobre causas sociais que interferem nas condições do tratamento e análise junto à família e aos próprios pacientes de causas e fatores que podem dificultar ou facilitar a sua recuperação; interpretação das normas hospitalares e encaminhamentos internos e externos.

Ao ajudar a administrar e resolver problemas, necessidades e conflitos do paciente, o Serviço Social desempenha papel chave, posicionando-se como elo de ligação entre paciente, equipe multidisciplinar, hospital, família e comunidade, contribuindo de forma decisiva para o rápido restabelecimento do paciente e sua reintegração na família e na sociedade. Um exemplo da ampla atuação deste profissional é o seu envolvimento no processo de adoção judicial de crianças nascidas no hospital e acompanhamento da família em casos de óbito do paciente.

 

Legenda: Na Santa Casa, as assistentes sociais somam nove profissionais empenhadas em planejar e promover ações para orientar clientes e familiares.

Deixe um comentário abaixo