Santa Maria da Serra decreta estado de emergência e cria Comissão de Defesa Civil

Publicado em Por Diagramador

Em virtude das fortes chuvas que caíram desde o começo deste mês, em Santa Maria da Serra, recentemente o prefeito Josias Zani Neto (DEM), adotou duas importantes providências: a constituição do Conselho de Defesa Civil e a decretação de estado de emergência, em relação aos estragos causados pelas chuvas.

No dia 08 deste mês, o prefeito Josias Zani Neto (DEM), editou o Decreto 2.813/2016 que “Nomeia os membros titulares da Comissão Municipal de Defesa Civil, e dá outras providências”.

Compõem o Conselho: Sandra Pereira da Silva – Diretor do  Departamento Mun. de Obras e Saneamento;Antonio Francisco Zani – Diretor Departamento Mun. de Desenvolvimento Econômico;

Renata Berto Fama– Diretor Departamento Mun. de Desenvolvimento Social;  Antonio Marcos Fabri – Assessor de Governo Nível I, e Jose Ramos Bozeli – Assessor de Governo Nível I.

De acordo com o decreto a comissão deverá acompanhar as orientações dos manuais de instrução da Defesa Civil do Estado de São Paulo e da Secretaria Nacional de Defesa Civil vinculada ao Ministério da Integração Nacional, conforme Instrução Normativa nº 01/2012.

Em 15 de janeiro, sexta-feira da semana passada, Zani, também editou o Decreto nº 2.814, que “Declara situação de emergência nas áreas do Município afetadas por Enxurradas  – COBRADE – 1.2.2.0.0, conforme IN/MI 01/2012.”

No decreto, Zani, destaca que “o município de Santa Maria da Serra, foi atingido no dia 14 de janeiro de 2016, por uma forte chuva por volta das 16:00 horas, durando aproximadamente 1 hora e trinta minutos, com precipitação de 144,02 mm, conforme registrado pelo Instituto Agronômico – Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, atingindo fortemente a área urbana e rural do  município”.

“Em decorrência dos seguintes danos Diante das fortes precipitações, vários danos foram registrados, tanto na área urbana como na zona rural, dentre eles destacamos: Ponte do Palu SMS 010 , Ponte do Bairro do Ronca SMS 432, Ponte do Pulica SMS 020, Ponte do Resende SMS 432, Ponte da Rua Olavo Bilac Ribeirão Bonito, Passagem de Agua próxima ao Portal Na Avenida Thomas Firmino da Silva, Passagem de Agua Próxima a Plaza (na Rua Carlos Gomes), Travessia do Emissário de Esgoto sobre o Ribeirão Bonito até a Lagoa, Rompimento de Tanque Ribeirão Moquém, Estrada do Rural do Amâncio SMS 257, Pavimentação da Rua Pe. Regente Feijó, Estrada do Palú SMS 010”, completa a justificativa.

O prefeito destacou ainda a existência de parecer da Comissão Municipal de Defesa Civil (COMDEC), favorável à declaração de situação de emergência.

Com o decreto, diversas medidas, podem ser adotadas pela Prefeitura Municipal, visando garantir a segurança da comunidade, inclusive realização de obras em caráter emergencial, quando for o caso.

Deixe um comentário abaixo