Secretaria da Saúde premia destaques nas campanhas HIV-Sífilis e TB

Publicado em Por Diagramador

O coordenador do Centro de Controle de Doenças Infectocontagiosas (Cedic), ligado à Secretaria de Saúde, Moisés Taglietta, entregou esta semana os certificados às unidades da Atenção Básica que se destacaram nas Campanhas de conscientização e exames para diagnóstico de HIV-Sífilis e Tuberculose (TB), realizadas este ano em toda a rede de saúde (UBS, CRAB, USF e Cedic).

De acordo com Taglietta, as campanhas foram melhores que as dos anos anteriores, porque “tanto as unidades de saúde as incorporaram em suas rotinas anuais, o que facilita o planejamento das ações, como a população procurou mais os serviços na rede pública”. Isso demonstra, segundo o coordenador, conscientização da sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce das doenças, para o início imediato do tratamento.

“Secretaria da Saúde premia destaques nas campanhas HIV-Sífilis e TB” – Foto: Divulgação

“Quanto mais precoce a diagnóstico, melhor o prognóstico”, explicou Taglietta, ao destacar que este é um entendimento que está se consolidando junto à população. Ou seja, “quanto antes ficar sabendo que tem a doença, melhor será o tratamento e a qualidade de vida dos pacientes”, esclareceu. Este ano houve um aumento de 20% no número de exames rápidos para diagnóstico de HIV em relação a 2016.

Seguindo a filosofia do diagnóstico precoce, as chances de cura aumentam, para os caso de sífilis e de hepatites. “No caso do HIV, a precocidade do diagnóstico aumenta a efetividade do tratamento e controle da carga viral. Sabe-se atualmente que o portador com carga viral indetectável não transmite o vírus”, observou Taglietta.

No entanto, segundo o especialista, é importante que as pessoas com vida sexual ativa tenham relacionamentos sexuais seguros e protegidos. “A prevenção continua sendo o melhor caminho para uma vida saudável e de qualidade”, finalizou.

As unidades vencedoras em testes rápidos para diagnóstico de HIV, dentro da campanha Fique Sabendo, foram: CRAB Vila Sônia, em segundo vem a USF Monte Líbano 1. Em terceiro, a USF Chapadão II e em quarto, a USF Parque São Jorge (Saúde no Campo).

Durante a campanha Fique Sabendo – 2017, de testagem para HIV e Sífilis, ocorrida no período de 27 de novembro a 1 de dezembro, foram realizados 604 testes rápidos para diagnóstico de HIV, com 5 casos positivos, e 474 testes rápidos para sífilis, com 32 casos reagentes. Foram realizados também no mesmo período 342 testes rápidos para hepatite B e 357 para C, com um reagente para a C. No total, foram 1.777 exames.

Quanto à Tuberculose (TB), a meta era coletar material para 197 exames. O resultado foram 298 coletados. As unidades vencedoras são: em primeiro lugar, a USF São José, em segundo, a USF Anhumas, em terceiro, a USF Kobayt Libano e, em quarto, a USF Terra Rica.

Deixe um comentário abaixo