TCE aprova contas do prefeito Dú Barreto referente exercício de 2014

Publicado em Por Hosana Cortenove

O Tribunal de Contas de São Paulo (TCE) julgou as contas de Administração Municipal de Brotas referente ao ano de 2014 e deu parecer favorável à sua aprovação. As contas são da gestão do prefeito Du Barreto, que compartilha os resultados com toda a sua equipe, servidores e comunidade.

“Dou os parabéns aos funcionários da equipe financeira e a todos os demais pela disposição quanto ao enfrentamento à terrível crise financeira do país, que se abateu sobre as prefeituras desde 2014, sendo exemplos no agir com responsabilidade fiscal. A luta para superar a crise financeira continuará até 31/12/2016, e ao contrário do que muitos dizem e pensam, iremos entregar as contas da Prefeitura de Brotas em condições boas a ponto de surpreender”, destaca o prefeito Orlando Pereira Barreto Neto, o Du Barreto.

Du Barreto lembra que a cidade está superando a maior crise das finanças da história de Brotas, causada negligência petista na esfera federal graças a três fatores: a dedicação responsável da equipe, o moderno método de gestão pública aprendido da Associação Comunitas e a férrea determinação política em governar com seriedade.

A Prefeitura de Brotas iniciou uma série de medidas administrativas para diminuir os gastos em abril de 2014. Em maio de 2015 esse trabalho passou a ser orientado pelo programa “Juntos pelo Desenvolvimento Sustentável”, uma das vertentes da organização Comunitas, que reúne os maiores empresários do Brasil.

As medidas adotadas visam, sobretudo, otimizar os serviços prestados pela Prefeitura. Isso gerou uma boa economia por mês aos cofres públicos, cujos resultados estão sendo aferidos desde maio de  2014.

“Foi realizada a redução do uso de telefones e energia elétrica nas repartições públicas, o uso de base compartilhada de Compras Regional, o uso obrigatório de etanol em todos os veículos flex, o controle detalhado de uso dos veículos do município, o controle de peças de reposição, mão-de-obra e consertos. Se não fosse por isso, hoje Brotas estaria com serviços públicos paralisados, parcelamento de salários, entre outras medidas radicais. Estamos sofrendo com a crise, mas menos do que sofreríamos se não tivéssemos ligado a luz de alerta assim que os primeiros sinais de problemas do Governo Federal surgiram”, explicou o prefeito Du Barreto.

Deixe um comentário abaixo