Trabalhadores de Charqueada ainda não sacaram o Abono Salarial ano-base 2014

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove

Novo prazo termina dia 31 de agosto

O novo prazo para sacar o Abono Salarial do PIS – Programa de Integração Social – ano-base 2014 termina no próximo dia 31, em 15 dias e apesar disso mais de 900 mil brasileiros ainda não retiraram o benefício – no estado de São Paulo são 217.325 trabalhadores celetistas que tem direito, sendo que 42 deles são da cidade de Charqueada.

Além da cidade há ainda outros trabalhadores da região que não sacaram o dinheiro a que tem direito.

O valor é de um salário mínimo (R$ 880) e está disponível em qualquer agência da Caixa.
O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, pede o apoio de empregadores e entidades sindicais para que ajudem a divulgar a informação entre os empregados e filiados. “Precisamos fazer com que a informação chegue a um maior número possível de pessoas porque esse é um benefício importante e é um direito do trabalhador”, diz.

Têm direito ao abono salarial os trabalhadores que tenham exercido atividade remunerada durante pelo menos 30 dias em 2014 e recebido até dois salários mínimos por mês nesse período. Além disso, é necessário estar cadastrado no PIS há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).
Os trabalhadores podem consultar se têm direito ao benefício pelo portal http://abonosalarial.mte.gov.br/, inserindo CPF ou número do PIS/Pasep e data de nascimento.  Outras informações podem ser obtidas diretamente com a Caixa no telefone 0800-726 02 07. Para os trabalhadores do serviço público que recebem o PASEP é preciso procurar o Banco do Brasil pelo número 0800-729 00 01.

Maiores informações também pela Central de Atendimento Alô Trabalho 158, do Ministério do Trabalho.

Há ainda trabalhadores de Brotas, Águas de São Pedro, São Pedro, Rio das Pedras e Piracicaba que não sacaram o beneficio, de acordo com dados do Ministério do Trabalho.

Deixe um comentário abaixo