Turismo rural e agricultura natural são debatidos em workshop em Ipeúna

Publicado em Por Adelle Gebara

Aconteceu nesta terça-feira, dia 19, o VII Workshop Políticas de Desenvolvimento Rural: Desafios e práticas para implementação do turismo em área rural e da agricultura natural, realizado no plenário da Câmara Municipal de Ipeúna.

Esse foi mais um importante passo em direção ao planejamento de políticas públicas no âmbito do desenvolvimento do turismo rural e da agricultura natural no município de Ipeúna.

O evento, realizado por meio de uma parceria da Prefeitura Municipal com a Unesp Rio Claro, reuniu gestores locais, docentes, representantes de conselhos e de entidades, empreendedores rurais, docentes e alunos.

“Turismo rural e agricultura natural são debatidos em workshop em Ipeúna” – Foto: Divulgação

Na abertura do evento, o prefeito José Antonio de Campos, conhecido como Zé Banana (PSD) destacou a importância do evento.

“Neste ano, serão abordados dois eixos de trabalho: a agricultura orgânica e o turismo rural, o que vem ao encontro de nossos esforços de elevar o município à categoria de município turístico. Acredito que as experiências dos expositores, formações e realidades nos permitirão conhecer e debater demandas e propostas de políticas públicas, que impactem no crescimento e desenvolvimento político, econômico e social, mas fundamentalmente, que resultem na melhoria da qualidade de vida do cidadão ipeunense”, destacou o prefeito Zé Banana.

Para a coordenadora do evento, a professora/doutora Darlene de Oliveira Ferreira, do Núcleo de Estudos Agrários (NEA), do Instituto de Geociências e Ciências Exatas (ICGE), da Unesp, a iniciativa aproxima a comunidade rural, os gestores e conselhos públicos municipais, centros de pesquisa, empresas e a Universidade, visando o estreitamento das relações, a promoção do desenvolvimento político, econômico e social da cidade, através de discussões sobre a organização do turismo em áreas rurais e a implementação de práticas de tecnologia de produção orgânica e natural.

Dando início aos trabalhos, o professor/doutor João Carlos Geraldo, geógrafo da Unesp de Araraquara e o turismólogo Ronei Dione Grella falaram sobre o tema “Turismo em Área Rural – desafios e práticas”. Geraldo abordou aspectos fundamentais do turismo, especialmente sua expansão no aspecto rural na década de 90, apresentando cases do município de Brotas.

Já Grella, explicou as características do Circuito Serra do Itaqueri, Associação de Desenvolvimento do Turismo da Região, composta por 13 municípios, incluindo Ipeúna. Em seguida, foi aberto espaço de diálogos.

Na segunda parte do evento, Sergio Kenji Homma, coordenador de Pesquisa em Manejo de Solo e Planta do CPMO, expôs o tema “Agricultura Natural – desafios e práticas”. O método privilegia a saúde humana e coloca o meio ambiente como parte integrante dos processos.

Na sequência, a professora/doutora Darlene apresentou dados preliminares do projeto de pesquisa “A Organização do Espaço Agrário do Município de Ipeúna”, que tem por objetivo identificar o potencial da região para o turismo rural.

“Apesar de os dados serem preliminares e ainda termos um bom caminho a percorrer, podemos dizer que o município apresenta potencial para o turismo rural e também para o desenvolvimento da agricultura natural”, afirma Darlene.

Mais de 300 propriedades fazem parte do mapeamento, cerca de 130 já foram visitadas. Um questionário extenso está sendo aplicado, no qual toda a estrutura da propriedade é radiografada – parte física, como funciona e tipo de rendimento, além de muitas outras informações. Os dados coletados serão colocados em um banco de dados. A previsão, segundo a docente, é a de que até meados de 2018, o mapeamento esteja concluído.

Deixe um comentário abaixo