Vândalos destroem e furtam Praça recém-revitalizada em São Pedro

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove
Vândalos destroem e furtam Praça recém-revitalizada em São Pedro

Vândalos destroem e furtam Praça recém-revitalizada em São Pedro – Foto: Divulgação

Em São Pedro, a praça “Otto Ribeiro Medeiros”, localizada no bairro da Nova Estância foi alvo de furto e vandalismo, provavelmente, durante as madrugadas de segunda e terça-feira, (6 e 7). A área de lazer que foi recém-revitalizada e que abriga também o “Complexo Mangueira Renato Teixeira da Silva” e a academia ao ar livre “Luciano Bontorim”, teve 12 lâmpadas furtadas além dos equipamentos da academia danificados. Os responsáveis pelo vandalismo usaram uma estrutura de madeira utilizada para proteger as árvores, retirada de outro local, como escada e retiraram quase todas as lâmpadas do local.

A revitalização, com investimentos na casa dos R$ 400 mil, garantiu ao local cobertura da quadra, fechamento em alvenaria, pintura, iluminação, instalação de equipamentos de futebol de salão, basquete e vôlei, reforma geral do campo de areia, troca da areia, pintura e iluminação. A praça teve ampliação e troca de iluminação, instalação de piso Inter travado, novas lixeira, grama e pintura, além da academia completa. Levantamento feito pela Coordenadoria de Esportes indica que o local pode ser usado por até 400 pessoas por mês, consideradas as atividades noturnas realizadas com a comunidade e atividades organizadas pela Prefeitura, por meio das escolas municipais e Coordenadoria de Esportes e Lazer. A importância do cuidado com o patrimônio público já foi destacado desde a inauguração do espaço no mês de outubro. Na ocasião, o vice-prefeito Thiago Silva, mencionou que a quadra coberta, o campo de areia e a praça toda renovada “são espaços públicos que devem ser valorizados e que foram planejados com foco no bem-estar da população”.

O vereador Roberson Pedrosa (Robinho), que falou em nome do Legislativo, disse: “Queremos o apoio da população para manter este espaço público, garantindo seu uso da maneira mais proveitosa possível”, afirmou. O fato foi lamentado também pelo secretário de Obras, Caio Piedade e coordenador de Esportes, Claudinei Arruda.

Crime – Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia é definido como dano pelo artigo 163 do Código Penal Brasileiro. No caso do crime cometido contra patrimônio da União, Estado ou município, a caracterização é tida como dano qualificado, com pena de detenção de seis meses a três anos e multa. Os crimes podem ser denunciados pelo telefone 153, da Guarda Civil Municipal.

Matéria: Adelle Gebara/Jornal O Regional

Deixe um comentário abaixo