Vereador Adriano Vitor sugere alteração de vigias para GCM

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove

Nesta semana, durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de São Pedro, o vereador Adriano Vitor (SD), apresentou a Indicação nº 13/2017 que estude a possibilidade de alterar a denominação da categoria funcional de Vigia para Guarda Municipal.

De acordo com o vereador está é uma reivindicação da categoria e que a mesma não acarretaria em aumento de despesas para o Executivo Municipal.

Fui procurado pelos vigilantes de nossa Guarda Municipal solicitando o empenho deste vereador na busca por igualdades dentro da corporação da Guarda do nosso município. A solicitação dos mesmos foi no sentido de se alterar dentro do quadro de servidores de nossa guarda municipal, a denominação da categoria funcional de vigia para guarda municipal, sem modificar quaisquer das especificações de provimento do cargo, suas condições de trabalho, nível de instrução exigido para sua investidura, ou seu padrão dos vencimentos, o que não acarretará prejuízo financeiro algum ao erário público”, explica o vereador.

Vereador Adriano Vitor sugere alteração de vigias para GCM

Vereador Adriano Vitor sugere alteração de vigias para GCM – Foto: José Marino

“Além do mais, referida alteração busca somente colocar no mesmo nível de hierarquia todos os membros da corporação, já que mesmo existindo vigias e guardas municipais em atividade, no caso de ocorrência e visando o bem dos munícipes e dos próprios públicos, todos acabam por praticar funções igualitárias. Deve ficar consignado ainda, que o próprio Poder Judiciário, notando a necessidade de proporcionar maior segurança aos munícipes, concedeu tanto aos Vigias, como aos Guardas Municipais, o direito de portar arma de fogo em serviço, elevando os mesmo ao mesmo nível dentro da corporação. Portanto, a fim de promover a igualdade dentro da corporação da Guarda Municipal, estamos solicitando que seja providenciada a alteração da categoria funcional de vigia para guarda municipal do quadro de servidores da guarda, sem modificar quaisquer das especificações de provimento do cargo, suas condições de trabalho, nível de instrução exigido para sua investidura, ou seu padrão dos vencimentos”, ressalta Adriano Vitor.

Deixe um comentário abaixo