Vereadores aprovam projeto de lei que reajusta salários e vale alimentação de servidores municipais de Santa Maria da Serra

Publicado em Por Hosana Cortenove

Mesmo diante da crise econômica que afeta o Brasil, comprometendo em muitas cidades brasileiras até mesmo o pagamento dos salários dos servidores, o prefeito de Santa Maria da Serra, Josias Zani Neto (DEM), dando continuidade a sua política de valorização dos servidores públicos municipais, encaminhou a Câmara Municipal o Projeto de Lei Complementar nº 020/2016, que “Dispõe sobre o reajuste nos Quadros de Servidores Efetivos e em Comissão da Prefeitura Municipal de Santa Maria da Serra e do auxílio mensal previsto no art. 35 da Lei Complementar nº 1052 de 20 de dezembro de 2007 e dá outras providências”. O projeto foi aprovado nesta quarta-feira pelos parlamentares.

De acordo com o PLC o Executivo Municipal fica autorizado a conceder reajuste salarial em 5,00% (cinco por cento) aos servidores municipais a partir do mês de junho de 2016, cujos salários serão pagos em julho.

Além disso, será concedido um auxílio mensal no valor de R$ 210,00 (duzentos e dez reais) aos servidores públicos municipais, a serem utilizados na alimentação dos que estiveram  efetivamente em exercício.

Atualmente os servidores recebem um vale alimentação de R$ 185,00 (cento e oitenta e cinco reais), um aumento de R$ 25,00 (vinte e cinco reais).

“Mesmo com as dificuldades que temos tido, assim como muitos municípios tem enfrentado devido a queda na arrecadação, buscamos promover o reajuste dos vencimentos dos servidores municipais bem como ao auxílio alimentação. Dentro das possibilidades orçamentárias e financeiras da nossa prefeitura, após os cálculos chegamos ao percentual sugerido pois poderemos arcar com os valores não comprometendo as demais prioridades e compromissos do Município. Mesmo com a crise não esquecemos dos nossos servidores, que são a peça fundamental para o sucesso dos serviços públicos prestados com eficiência a comunidade. Sabemos que é pouco, mas temos que ter a responsabilidade para não deixar de fazer o pagamento a essas pessoas que realmente merecem mais”, afirmou o prefeito Zani.

 

Mesmo diante da crise econômica que afeta o Brasil, comprometendo em muitas cidades brasileiras até mesmo o pagamento dos salários dos servidores, o prefeito de Santa Maria da Serra, Josias Zani Neto (DEM), dando continuidade a sua política de valorização dos servidores públicos municipais, encaminhou a Câmara Municipal o Projeto de Lei Complementar nº 020/2016, que “Dispõe sobre o reajuste nos Quadros de Servidores Efetivos e em Comissão da Prefeitura Municipal de Santa Maria da Serra e do auxílio mensal previsto no art. 35 da Lei Complementar nº 1052 de 20 de dezembro de 2007 e dá outras providências”. O projeto foi aprovado nesta quarta-feira pelos parlamentares.

De acordo com o PLC o Executivo Municipal fica autorizado a conceder reajuste salarial em 5,00% (cinco por cento) aos servidores municipais a partir do mês de junho de 2016, cujos salários serão pagos em julho.

Além disso, será concedido um auxílio mensal no valor de R$ 210,00 (duzentos e dez reais) aos servidores públicos municipais, a serem utilizados na alimentação dos que estiveram  efetivamente em exercício.

Atualmente os servidores recebem um vale alimentação de R$ 185,00 (cento e oitenta e cinco reais), um aumento de R$ 25,00 (vinte e cinco reais).

“Mesmo com as dificuldades que temos tido, assim como muitos municípios tem enfrentado devido a queda na arrecadação, buscamos promover o reajuste dos vencimentos dos servidores municipais bem como ao auxílio alimentação. Dentro das possibilidades orçamentárias e financeiras da nossa prefeitura, após os cálculos chegamos ao percentual sugerido pois poderemos arcar com os valores não comprometendo as demais prioridades e compromissos do Município. Mesmo com a crise não esquecemos dos nossos servidores, que são a peça fundamental para o sucesso dos serviços públicos prestados com eficiência a comunidade. Sabemos que é pouco, mas temos que ter a responsabilidade para não deixar de fazer o pagamento a essas pessoas que realmente merecem mais”, afirmou o prefeito Zani.

 

Mesmo diante da crise econômica que afeta o Brasil, comprometendo em muitas cidades brasileiras até mesmo o pagamento dos salários dos servidores, o prefeito de Santa Maria da Serra, Josias Zani Neto (DEM), dando continuidade a sua política de valorização dos servidores públicos municipais, encaminhou a Câmara Municipal o Projeto de Lei Complementar nº 020/2016, que “Dispõe sobre o reajuste nos Quadros de Servidores Efetivos e em Comissão da Prefeitura Municipal de Santa Maria da Serra e do auxílio mensal previsto no art. 35 da Lei Complementar nº 1052 de 20 de dezembro de 2007 e dá outras providências”. O projeto foi aprovado nesta quarta-feira pelos parlamentares.

De acordo com o PLC o Executivo Municipal fica autorizado a conceder reajuste salarial em 5,00% (cinco por cento) aos servidores municipais a partir do mês de junho de 2016, cujos salários serão pagos em julho.

Além disso, será concedido um auxílio mensal no valor de R$ 210,00 (duzentos e dez reais) aos servidores públicos municipais, a serem utilizados na alimentação dos que estiveram  efetivamente em exercício.

Atualmente os servidores recebem um vale alimentação de R$ 185,00 (cento e oitenta e cinco reais), um aumento de R$ 25,00 (vinte e cinco reais).

“Mesmo com as dificuldades que temos tido, assim como muitos municípios tem enfrentado devido a queda na arrecadação, buscamos promover o reajuste dos vencimentos dos servidores municipais bem como ao auxílio alimentação. Dentro das possibilidades orçamentárias e financeiras da nossa prefeitura, após os cálculos chegamos ao percentual sugerido pois poderemos arcar com os valores não comprometendo as demais prioridades e compromissos do Município. Mesmo com a crise não esquecemos dos nossos servidores, que são a peça fundamental para o sucesso dos serviços públicos prestados com eficiência a comunidade. Sabemos que é pouco, mas temos que ter a responsabilidade para não deixar de fazer o pagamento a essas pessoas que realmente merecem mais”, afirmou o prefeito Zani.

 

Mesmo diante da crise econômica que afeta o Brasil, comprometendo em muitas cidades brasileiras até mesmo o pagamento dos salários dos servidores, o prefeito de Santa Maria da Serra, Josias Zani Neto (DEM), dando continuidade a sua política de valorização dos servidores públicos municipais, encaminhou a Câmara Municipal o Projeto de Lei Complementar nº 020/2016, que “Dispõe sobre o reajuste nos Quadros de Servidores Efetivos e em Comissão da Prefeitura Municipal de Santa Maria da Serra e do auxílio mensal previsto no art. 35 da Lei Complementar nº 1052 de 20 de dezembro de 2007 e dá outras providências”. O projeto foi aprovado nesta quarta-feira pelos parlamentares.

De acordo com o PLC o Executivo Municipal fica autorizado a conceder reajuste salarial em 5,00% (cinco por cento) aos servidores municipais a partir do mês de junho de 2016, cujos salários serão pagos em julho.

Além disso, será concedido um auxílio mensal no valor de R$ 210,00 (duzentos e dez reais) aos servidores públicos municipais, a serem utilizados na alimentação dos que estiveram  efetivamente em exercício.

Atualmente os servidores recebem um vale alimentação de R$ 185,00 (cento e oitenta e cinco reais), um aumento de R$ 25,00 (vinte e cinco reais).

“Mesmo com as dificuldades que temos tido, assim como muitos municípios tem enfrentado devido a queda na arrecadação, buscamos promover o reajuste dos vencimentos dos servidores municipais bem como ao auxílio alimentação. Dentro das possibilidades orçamentárias e financeiras da nossa prefeitura, após os cálculos chegamos ao percentual sugerido pois poderemos arcar com os valores não comprometendo as demais prioridades e compromissos do Município. Mesmo com a crise não esquecemos dos nossos servidores, que são a peça fundamental para o sucesso dos serviços públicos prestados com eficiência a comunidade. Sabemos que é pouco, mas temos que ter a responsabilidade para não deixar de fazer o pagamento a essas pessoas que realmente merecem mais”, afirmou o prefeito Zani.

 

Mesmo diante da crise econômica que afeta o Brasil, comprometendo em muitas cidades brasileiras até mesmo o pagamento dos salários dos servidores, o prefeito de Santa Maria da Serra, Josias Zani Neto (DEM), dando continuidade a sua política de valorização dos servidores públicos municipais, encaminhou a Câmara Municipal o Projeto de Lei Complementar nº 020/2016, que “Dispõe sobre o reajuste nos Quadros de Servidores Efetivos e em Comissão da Prefeitura Municipal de Santa Maria da Serra e do auxílio mensal previsto no art. 35 da Lei Complementar nº 1052 de 20 de dezembro de 2007 e dá outras providências”. O projeto foi aprovado nesta quarta-feira pelos parlamentares.

De acordo com o PLC o Executivo Municipal fica autorizado a conceder reajuste salarial em 5,00% (cinco por cento) aos servidores municipais a partir do mês de junho de 2016, cujos salários serão pagos em julho.

Além disso, será concedido um auxílio mensal no valor de R$ 210,00 (duzentos e dez reais) aos servidores públicos municipais, a serem utilizados na alimentação dos que estiveram  efetivamente em exercício.

Atualmente os servidores recebem um vale alimentação de R$ 185,00 (cento e oitenta e cinco reais), um aumento de R$ 25,00 (vinte e cinco reais).

“Mesmo com as dificuldades que temos tido, assim como muitos municípios tem enfrentado devido a queda na arrecadação, buscamos promover o reajuste dos vencimentos dos servidores municipais bem como ao auxílio alimentação. Dentro das possibilidades orçamentárias e financeiras da nossa prefeitura, após os cálculos chegamos ao percentual sugerido pois poderemos arcar com os valores não comprometendo as demais prioridades e compromissos do Município. Mesmo com a crise não esquecemos dos nossos servidores, que são a peça fundamental para o sucesso dos serviços públicos prestados com eficiência a comunidade. Sabemos que é pouco, mas temos que ter a responsabilidade para não deixar de fazer o pagamento a essas pessoas que realmente merecem mais”, afirmou o prefeito Zani.

 

 

Deixe um comentário abaixo