Vice prefeito José Antônio de Godoy fala sobre a 34ª edição da Festa das Nações de Piracicaba

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove

Nesta semana, o vice-prefeito de Piracicaba, José Antonio de Godoy (PSDB), titular da pasta de Governo e Desenvolvimento Econômico, falou com exclusividade ao Jornal “O Regional”, sobre as expectativas para a 34ª edição da Festa das Nações de Piracicaba, que será realizada de 17 a 21 de maio.

A Festa das Nações de Piracicaba, que acontece no Engenho Central, é realizada pela Associação Cultural Festa das Nações de Piracicaba (Fenapi), promovida pelo Fundo Social de Solidariedade de Piracicaba (Fussp) e Prefeitura Municipal de Piracicaba e organizada pela Secretaria Municipal de Governo, pasta sob a responsabilidade de Godoy.

Em entrevista ao jornalista, José Marino Malossi Argentino, o secretário e vice-prefeito Godoy destaca que as perspectivas relacionadas ao público são boas e que é possível superar o público da edição anterior.

“Nós temos boas perspectivas, porque sempre visamos apresentar mudanças e inovações na festa. Temos a certeza que a população de Piracicaba e região irá prestigiar novamente, acreditamos que podemos aumentar o público, que no ano passado chegou a 70 mil pessoas”, destacou Godoy.

O secretário destaca que as melhorias garantem uma boa estrutura para o evento e que os recursos arrecadados são de grande importância para manutenção das entidades.

Vice prefeito José Antônio de Godoy fala sobre a 34ª edição da Festa das Nações de Piracicaba

Vice prefeito José Antônio de Godoy fala sobre a 34ª edição da Festa das Nações de Piracicaba – Foto: José Marino

“Conseguimos nesta edição a aprovação da festa pela Lei Rouanet, isso trouxe o apoio de mais empresas, melhorando a estrutura do evento e com isso as entidades certamente também serão mais beneficiadas. Algumas entidades utilizam os recursos para se manter durante o ano ou auxiliar nas despesas, esse é o principal ponto da festa, que reúne a solidariedade e a gastronomia. As entidades estão também buscando inovações, como venda por quilo, valores fixos, enfim, há uma grande variedade. Nesse ano temos duas entidades novas, que são os escoteiros e o CVV que estarão em quiosques”, contou Godoy.

Neste ano serão 18 restaurantes, administrados por 21 entidades assistenciais da cidade, que farão comidas de 14 países e regiões brasileiras.

Ao todo são cerca de 300 opções de pratos, marcando como um dos maiores eventos gastronômicos da região.

A festa também contará com uma programação musical e artística com 32 atrações, que vão desde apresentações de grupos de dança contemporânea, ballet, flamenca e regionais, duplas sertanejas, músicos de viola caipira e bandas de rock, pop e blues, entre outros.

Deixe um comentário abaixo