Zeca Baleiro e Emicida estão entre as atrações da Virada Cultural Paulista em Piracicaba

Publicado em Por Diagramador

Palco da Virada Cultural Paulista há seis anos, Piracicaba dedica dois dias de sua agenda em maio para a música, as artes visuais, a dança, o cinema e a literatura. Em 2015, as atividades acontecem das 18h30 de hoje, sábado, 23, às 20h de domingo, 24, e são puxadas por nomes como A Banda Mais Bonita da Cidade, Bárbara Eugênia, Zeca Baleiro, Melody, Móveis Coloniais de Acaju e Emicida. Todas as ações possuem entrada gratuita.
Realizada há nove anos pelo Governo do Estado de São Paulo e a Secretaria de Estado da Cultura, a Virada tem como correalizadora a Prefeitura do Município de Piracicaba e a Semac (Secretaria Municipal da Ação Cultural), com execução da Apaa (Associação Paulista dos Amigos da Arte). São parceiros o Sesc-SP, o MIS (Museu da Imagem e do Som) e a Rádio Educativa FM. O aplicativo Rdio é o player oficial. A Virada acontece ainda nos dias 30 e 31 de maio em outros municípios. Ao todo, são 24 cidades participantes nos dois fins de semana.
A Secretária da Ação Cultural, Rosângela Camolese, explica que a Prefeitura de Piracicaba, desde 2010, trabalha por meses a fio para oferecer uma gama vasta e diversificada de atividades nos dois dias do evento. “A Virada é um convite para que as pessoas redescubram a cidade por meio da cultura, uma oportunidade para celebrar as diferentes manifestações artísticas. É um evento para toda a família, que contempla jovens, crianças e também a terceira idade.”
O Engenho Central permanece como local de maior concentração do público e dos megashows. Para o Palco Externo 1 se apresentam no sábado, 23, Hot Club de Piracicaba, às 19h30; A Banda Mais Bonita da Cidade, às 21h; Bárbara Eugênia, às 22h30; e Zeca Baleiro, às 23h59. No domingo, 24, cantam Melody, às 15h30; Móveis Coloniais de Acaju, às 17h; e Emicida, às 18h30.
Além disso, Piracicaba oferece desde 2011 o Palco 2, em que os presentes literalmente “viram”. Posicionado em frente ao Palco 1, ele dá a chance aos artistas locais se apresentarem a um público maior e de ampliarem o acesso às suas obras. No sábado cantam Lô Balaio (20h30), Cabral e os Colonizadores por Engano (22h) e Os Republicados (23h30). Os shows do domingo ficam por conta de Los Sin Techos (16h30) e De Buenas Crew (18h).
Também no Parque do Engenho Central, o Teatro Municipal Erotídes de Campos concentra a abertura oficial da Virada, às 18h30, e na sequência, às 19h, o Coro da Osesp (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo). Depois tem o espetáculo de teatro Propriedades Condenadas, com a Episódica Cia, às 21h30, e stand-up comedy com Fernando Strombeck, às 23h59. No domingo, às 16h, a Cia. Le Plat Du Jour encena o espetáculo infantil João e Maria. Os ingressos devem ser retirados uma hora antes de cada atração, na própria bilheteria do Teatro do Engenho.
A programação  da Virada Cultural é definida entre as secretarias estadual e municipal, a partir do perfil e gêneros culturais de cada cidade. É o caso do quarteto Opus4 e a equipe do Educativa nas Letras, que desde a primeira edição apresentam o Sarau Literário no Parque da Rua do Porto, às 10h de domingo. Já o Andaime de Teatro encena há três anos o espetáculo A Noiva do Defunto, em frente ao Cemitério da Saudade, às 23h59 de sábado.
Na avaliação do prefeito de Piracicaba, Gabriel Ferrato, um dos pontos em favor da cidade é a realização da Virada sem registro de violência desde a primeira edição. “Como representantes do poder público, trabalhamos para que a plateia aproveite a programação da melhor forma possível, permitindo o acesso à cultura e com a logística adequada aos artistas. Certamente Piracicaba terá, por vários anos, muita tranquilidade nas próximas edições da Virada.”
A Semac também definiu atividades para espaços como a Casa do Povoador, Largo dos Pescadores, Rodoviária Intermunicipal, Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes, Pinacoteca Municipal Miguel Dutra e Estação da Paulista.
SESC – Desde a primeira Virada, 11 unidades do Sesc-SP são parceiras do evento. É o que acontece em Piracicaba, com a unidade da rua Ipiranga, 155, no Centro. A música está entre os destaques: a banda Aláfia apresenta o estilo negro tradicional urbano às 19h30 de sábado, enquanto a banda argentina The Broken Toys toca às 16h de domingo fundindo rockabilly, neo-swing, country, punk rock e alternativo.
O Sesc também torna-se palco da 1ª Feira de Vinil, organizada pelo Coletivo Lugar Onde o Vinil Toca e com a participação de expositores da capital e da região. A ação ocupa a comedoria da unidade no domingo, das 10h às 17h. Já às 15h, é possível participar do workshop com Danny Anderson, intitulado Como limpar, conservar e regular sua pick-up (ou vitrola) e seus discos.
Gerente do Sesc Piracicaba, Fábio José Rodrigues Lopes diz que a Virada Cultural Paulista se consolidou ao longo dos anos e tem influência em todo o estado. “A proposta vem ao encontro das ações desenvolvidas pelo Sesc-SP: possibilitar o acesso às expressões artísticas e linguagens múltiplas à comunidade. O público espera pela Virada e é muito gratificante ter o Sesc como um dos pontos de atrações culturais nas 24 horas”, diz.
Atividades de cinema, literatura, teatro, dança, artes visuais, contação de histórias e brincadeiras infantis completam o calendário da casa. A retirada de ingressos também deve ser feita com uma hora de antecedência. “Será uma edição completa e cheia de atrações para toda a família de Piracicaba e região”, comenta Vanessa Piazza, programadora cultural do Sesc Piracicaba.
ACESSO – As pontes Pênsil e do Mirante dão acesso ao interior do Engenho Central para quem chega a pé. O acesso com automóveis ao interior é permitido apenas por pessoas credenciadas, funcionários, artistas e produtores. Como medida de segurança, não é permitida a entrada ao Engenho Central com mochila, garrafas, frascos de perfume, latas e bebidas alcóolicas.
No interior do Engenho, doze entidades assistenciais do município, ligadas ao FUSSP (Fundo Social de Solidariedade), administram as barracas de alimentação. O cardápio é composto por água, cerveja, batidas e refrigerante, pastel, cuscuz, cachorro quente, churros e crepe.
SERVIÇO – A programação completa de Virada Cultural Paulista em Piracicaba está disponível no blog www.viradaculturalpiracicaba.blogspot.com

Deixe um comentário abaixo