Águas de São Pedro integra a mobilização global promovida pela WWF

Publicado em Por José Marino

Pelo quinto ano consecutivo, Águas de São Pedro irá aderir ao movimento Hora do Planeta, promovido pela WWF. A proposta da programação é manter um espaço, monumento ou prédio, apagado durante uma hora como um alerta sobre as mudanças climáticas. Nesta edição, a Praça dos Rouxinóis ficará sem iluminação no próximo sábado (24/março), das 20h30 às 21h30 – juntamente com outras centenas de locais em diversas cidades ao redor do mundo.

Até 2020, o foco da Hora do Planeta será a relação entre as mudanças climáticas e a importância da biodiversidade. Para o secretário de Meio Ambiente e Segurança, Valdir Gibim, estar atento a biodiversidade é manter a riqueza do meio ambiente e a qualidade de vida que todos buscamos. “Enquanto uma estância hidromineral, não podemos nos esquecer sobre a importância da preservação do meio ambiente. Aderindo à Hora do Planeta nós pretendemos ser um exemplo para que toda a população comece a pensar sobre a economia de energia e a sustentabilidade como forma de garantir um mundo melhor para todos”.

Adesão: Desde que foi lançada pelo WWF, em 2007, na cidade de Sydney (Austrália), como um evento simbólico de apagar as luzes, a Hora do Planeta vem inspirando indivíduos, comunidades, empresas e organizações a tomarem medidas em prol da segurança climática. Em 2017, foram ações nos sete continentes, em 187 países e territórios, com mais de 3.000 monumentos apagados. Somente no Brasil, foram 145 cidades e mais de 600 monumentos participantes, com o envolvimento de 250 mil pessoas. Não somente órgãos públicos podem aderir a mobilização. Para participar, basta inscrever-se no site: www.horadoplaneta.org.br.

Deixe um comentário abaixo