Divulgados vencedores de concurso do Jubileu dos 75 anos da diocese de Piracicaba

Publicado em Por José Marino

Leigo pertencente à Paróquia Santo Antônio (Sé Catedral), o arquiteto Thiago Torina foi o criador do logotipo vencedor que marcará o Jubileu de Brilhante (75 anos) da Diocese de Piracicaba.

Já o músico e professor Carlos Roberto Furlan, da Paróquia São Judas Tadeu, juntamente com o grupo formado por Maria Suzana Furlan, Guilherme Lutgens Neto, Ricardo Bazzo Sampaio e Paulo Celso Souza, foi o ganhador do hino oficial.

Os nomes dos vencedores foram divulgados durante a Missa dos Santos Óleos, celebrada da Quarta-feira Santa, dia 28 de março, na Sé Catedral Santo Antônio. Ambos receberam o prêmio de R$ R$ 3 mil.

Também foram premiados o 2º e 3º colocados das duas categorias. Para o logo a 2ª colocação foi de Giovana Rodrigues de Pontes, da Paróquia Imaculado Coração de Maria, em Piracicaba, e a 3º lugar ficou com Luiz Felipe Andrade Pires, da Paróquia São José Operário, de Rio Claro. Eles receberam o valor de R$ 1.500,00 e R$ 500,00, respectivamente. Já para o hino, Helba Alexandra Hermini, da Paróquia Nossa Senhora da Saúde, de Rio Claro, foi a 2ª classificada e Ednei Ritter, da Paróquia Nossa Aparecida, de Rio Claro, ocupou a 3ª colocação. Eles também receberam a premiação de R$ 1.500,00 e R$ 500,00. Os demais participantes receberam um certificado de agradecimento pela participação. Ao todo, o concurso recebeu 50 trabalhos, sendo 39 para o Logotipo e 11 para o Hino.

Thiago Torina disse que se inspirou no artista plástico Claudio Pastro  para criar os traços do logo e que esperava que seu trabalho fosse  escolhido. “Busquei  fazer um logo minimalista  que pudesse mostrar  de forma simples o caminhar de nossa diocese. Estou muito feliz por ter sido o contemplado”,  salientou o arquiteto.

Muito emocionado, o músico Carlos Roberto Furlan, juntamente com a esposa Maria Suzana Furlan e integrante do grupo que compôs o hino vencedor, agradeceu por sua obra ter sido escolhida. “Estou honrado e muito emocionado por participar desse momento importante de nossa diocese e por Deus ter permitido que  meus dons de alguma maneira tenham contribuído para este momento histórico de nossa Igreja”, finalizou Furlan.

As obras dos três vencedores de cada categoria foram escolhidas pela comissão julgadora, formada pelo presidente padre Marcelo Sales, que teve também como membros o bispo diocesano Dom Fernando Mason, os padres Altair Aparecido Soares e Renato Luís Andreatto, o diácono permanente Carlos Alberto Vila e os leigos: a publicitária e design gráfico, Maria Luziano, e o professor e músico, Antonio Pessotti.

O logotipo será impresso em todos os documentos oficiais da Diocese de Piracicaba, como a marca oficial do Jubileu de Brilhante, durante o ano jubilar, que terá início em setembro de 2018 e se estende até setembro de 2019. E cópias do hino serão enviadas para todas as paróquias para que seja cantado nas celebrações litúrgicas durante o ano jubilar.

O Jubileu de Brilhante terá ainda como tema “Queremos ser uma igreja discípula, missionária e misericordiosa” e o lema “Eu te constituí como luz das nações para levares a salvação até os confins da terra” (At 13,47).

Tanto o tema, como o lema, tiveram como base o objetivo geral das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2015-2019 (Doc. 102 CNBB

Deixe um comentário abaixo