Parabéns Torrinha: Assembléia Legislativa aprova projeto de inclusão de Município de Interesse Turístico

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove

Um dia histórico: assim foi classificado o dia 10 de abril de 2018, última terça-feira, dia em que a Assembleia Legislativa aprovou o projeto de lei que classifica a cidade de Torrinha e mais 45 cidades como Municípios de Interesse Turístico (MITs).

A proposta, diante de sua relevância, foi de autoria dos 94 deputados estaduais.

Os MITs recebem recursos anuais do governo do Estado para investimentos na infraestrutura turística, uma vez que a verba deve ser utilizada para fomentar a ampliação e o fortalecimento das atividades econômicas da região.

Durante a aprovação do PL o líder do governo Márcio França (PSB) na Assembléia Legislativa, deputado Carlos Cezar (PSB) destacou a importância do projeto de lei para as cidades envolvidas.
“Os MITS são de fundamental importância para geração de emprego e renda nas cidades. É importante observar que mais para frente eles poderão pleitear o título de estância turística e receber uma verba ainda maior para investir no fortalecimento dessa área”, destacou Carlos Cezar.

A presidente da Associação dos Municípios de Interesse Turístico do Estado de São Paulo (Amitesp), Daniela de Cássia Santos Brito, afirma que a medida vai fortalecer as cidades de pequeno porte e com poucos recursos financeiros.

“A verba vai fazer com que esses municípios fiquem mais atrativos para receber o turista. E estando mais atrativa, a cidade vai gerar renda, emprego e desenvolvimento”, destaca ela.

Além de Torrinha, mais 45 cidades paulistas deverão receber o título: Apiaí, Barbosa, Bofete, Boituva, Cachoeira Paulista, Cesário Lange, Cubatão, Estiva Gerbi, Fernandópolis, Igaratá, Itapira, Itatiba, Itapura, Itararé, Itaoca, Ituverava, Iporanga, Itápolis, Jacareí, Jacupiranga, Jales, Laranjal Paulista, Mendonça, Miguelópolis, Miracatu, Mineiros de Tietê, Monteiro Lobato, Orlândia, Ouroeste, Panorama, Paraibuna, Pardinho, Patrocínio Paulista, Paulo de Faria, Pedrinhas Paulista, Piracaia, Piratininga, Queluz, Ribeirão Grande, São José do Rio Pardo, São Miguel Arcanjo, Sete Barras, Sertãozinho, Sud Menucci e Ubarana.
Para que seja considerado Município de Interesse Turístico, a cidade deve ter atrativos turísticos, serviço médico emergencial, de hospedagem, de alimentação, informações turísticas e abastecimento de água potável e esgoto.

A proposta é que além das 70 estâncias já existentes no estado, declare-se outros 140 municípios como de interesse turístico.

O projeto deve ser sancionado já nos próximos dias pelo governador Márcio França, que inclusive já esteve na cidade de Torrinha e mantém contato permanente com o prefeito Ronaldo Gasparelo (PV).

Deixe um comentário abaixo