Prefeito busca solução junto a CPFL para regularizar consumo de energia em área próxima ao São Dimas

Publicado em Por Jose Guilherme Cortenove
Prefeito busca solução junto a CPFL para regularizar consumo de energia em área próxima ao São Dimas

Prefeito busca solução junto a CPFL para regularizar consumo de energia em área próxima ao São Dimas – Foto: Divulgação

O prefeito de São Pedro, Helinho Zanatta (PSD) recebeu em seu Gabinete, nesta segunda-feira, 22, os representantes da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz), Marcus Bueno, consultor de negócios em Piracicaba; Evandro Freire, engenheiro líder da região e Flávio Bolsarini, técnico líder em São Pedro.

A reunião foi acompanhada também pelo secretário de Governo, Pedro Aguiar; Procurador Geral do município, Dr. Constantino Rodrigues e do coordenador de Administração, Francisco Duarte.

A reunião ocorreu depois de um desligamento de energia ocorrido na sexta-feira da semana passada, dia 19, em área ocupada próximo ao bairro São Dimas.

A reunião, solicitada por Helinho teve como objetivo traçar junto a CPFL um plano de trabalho para regularizar a parte de consumo de energia da área, para a qual a prefeitura vem buscando já há algum tempo, por meios legais, a regularização para reurbanização fundiária.

“Uma ação é diferente da outra. Neste caso precisamos estudar e achar um caminho definitivo para resolver os cortes de energia no local. Temos um compromisso com a população e vamos dar esse suporte”, explica prefeito Helinho Zanatta.

O prefeito destaca que desde 2013 a atual administração vem trabalhando no local para buscar, por meios legais, a regularização da área.

De acordo com a Prefeitura já foram realizadas medições territoriais pela Secretaria de Obras e o cadastramento das famílias pela área de Desenvolvimento Social como mapeamento. Parte da área ocupada já está em fase final de regularização pela Prefeitura.

A maior preocupação foi em relação à segurança dos moradores de acordo com a CPFL, ao explicar aos presentes sobre o desligamento da energia. “Ligações clandestinas podem causar vários acidentes, inclusive incêndio. Sabemos que tem muitas crianças e famílias, e um descuido pode ser fatal”, afirmou Evandro, engenheiro da CPFL.

De acordo com moradores que estiveram na sexta-feira da semana passada na prefeitura e foram recebidos pelo procurador Geral, Dr. Constantino Rodrigues, os cortes no local são constantes.

No encontro acompanhado também pelos vereadores Gilberto Vieira, Adilson de Jesus (Branco) e Luiz Gomes dos Altos – Luiz Melado, os moradores destacaram sobre a preocupação de ficarem sem energia e não serem avisados sobre o corte.

Deixe um comentário abaixo