Profissionais da Saúde devem ser proibidos de utilizar celulares e tablets dentro de unidades de atendimento localizadas no Estado de São Paulo

Publicado em Por Sergio Marques

Tramita na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo o projeto de lei 1028/17, de autoria do deputado estadual Junior Aprillanti, vice-líder do PSB na Casa de Leis, que tem um objetivo importante: proibir que os profissionais da área da Saúde utilizem telefones celulares e tablets e outros equipamentos eletrônicos que possam atrapalhar o andamento dos atendimentos prestados aos pacientes.

Segundo o deputado estadual Junior Aprillanti, sua medida não quer cercear a ação dos profissionais que trabalham na área da Saúde, mas atende às reclamações recorrentes que recebe das pessoas que buscam por atendimento nas unidades de Saúde e que precisam esperar que médicos e enfermeiros desliguem os aparelhos para lhe atender.

“Recebo muitas reclamações da população com relação ao uso de aparelhos eletrônicos por parte de profissionais da Saúde. Meu projeto de lei tem como objetivo ser propositivo no que se refere a manter a atenção dos profissionais de Saúde nos atendimentos aos pacientes”, destacou Junior Aprillanti.

Atualmente, o projeto de lei apresentado pelo deputado estadual Junior Aprillanti está sendo analisado pela Comissão Permanente de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Deixe um comentário abaixo