Recuperação do mercado de trabalho movimenta comércio de Piracicaba

Publicado em Por Diagramador

A recuperação do mercado de trabalho em Piracicaba, ainda que sutil, caracteriza um cenário mais positivo no que diz respeito ao consumo nas lojas do comércio. Os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) apontam saldo positivo de 977 vagas no período de janeiro a agosto de 2017.

Os números positivos de trabalhos formais na cidade, de acordo com o presidente da Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba), Paulo Roberto Checoli, podem ter sido o fator que impulsionou os clientes a voltarem ao consumo.

Para Checoli, esse fato é favorável, especialmente com a proximidade do fim do ano, época em que as vendas aumentam em decorrência do Natal. “Os investimentos das empresas já estabelecidas em Piracicaba e daquelas que estão chegando apontam para o potencial que temos aqui. É uma movimentação em cadeia, que propulsiona a roda da economia. O consumo aumenta, as encomendas crescem e, consequentemente, sobe a produção industrial. Acreditamos que, com a baixa dos juros e a queda da inflação, acontecerá uma recuperação geral na economia do País”, observa.

Segundo o presidente, isso se deve à pujança do comércio e serviços piracicabanos, no parque industrial, centros de pesquisas de excelência e à consolidada economia da cidade. “Temos um comércio efervescente, descentralizado, distribuído nos representativos corredores comerciais de toda cidade. Piracicaba é um berçode empreendedorismo, com empresas muito bem estruturadas. Acreditamos, também, que parte dessa retomada dos empregos formais se deve às empresas já instaladas e as recém-chegadas, especialmente do setor supermercadista”, destacou.

De acordo com o diretor do Delta Supermercados, Alexandre Ferrato, Piracicaba é uma cidade diferenciada, com ambiente de consumo favorável. “Nossa cidade é diferenciada, com potenciais diversos, inclusive econômico. Temos notado que o consumidor está mais confiante e, aos poucos, esta confiança tem refletido de forma favorável nas relações comerciais. Acreditamos que esse movimento deve seguir crescente”.

“Recuperação do mercado de trabalho movimenta comércio de Piracicaba” – Foto: Arquivo/Jornal O Regional

A gerente de recursos humanos da rede Drogal, Suely Murtinho, contou que as contratações na empresa está em ritmo normal, contudo, também observa a retomada do consumo. “Com certeza houve aumento considerável no consumo. Estamos notando esse aumento desde julho. No início de forma mais tímida, mas, nos últimos dois meses, mais expressivo. A economia tem dado sinais claros de recuperação. Essa recuperação, via de regra, começa no consumo direto. Mais emprego implica em maior consumo, sobretudo em bens de necessidade urgente como: medicamentos, alimentos e produtos básicos de higiene”, relatou.

Mão de obra:

Tradicionalmente, nos meses de outubro e novembro, acontecem as contratações temporárias para atuação no comércio e serviços e, pensando nas oportunidades, a Acipi e o Instituto Formar firmaram parceria para qualificação de jovens ex-aprendizes. Em setembro, aconteceu o curso “Atender bem dá lucro” para que os participantes pudessem concorrer às vagas disponíveis no mercado, sobretudo as temporárias.

“Os setores demandam, constantemente, por mão de obra qualificada, que caracterize um atendimento completo e diferenciado, realizado com conhecimento e assertividade. Com certeza, os alunos estarão preparados e não serão os únicos beneficiados com a qualificação. Os empresários que os contratarem para vagas temporárias ou efetivas terão a oportunidade

Deixe um comentário abaixo