Roberto Morais apresentou PL que homenageia Paulus Dona com nome em viaduto na SP/147 em Piracicaba

Publicado em Por Diagramador

No dia 18 do mês passado, a Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, aprovou o Parecer n° 1449, favorável a aprovação de projeto de lei, de autoria do Deputado Estadual Roberto Morais (PPS), que objetiva dar “a denominação de “Paulus Gerardus Dona” ao viaduto localizado na SP 147 – Rodovia Piracicaba Limeira – Km 138 + 100 metros, no município de Piracicaba/SP”.

De acordo com o relator, Márcio Camargo (PSC), a proposta de Morais esteve em pauta, nos termos regimentais, nos dias correspondentes às 92ª a 96ª Sessões Ordinárias (de 26/06/2017 a 30/06/2017), não recebendo emendas ou substitutivos.

“Roberto Morais apresentou PL que homenageia Paulus Dona com nome em viaduto na SP/147 em Piracicaba” – Foto: Arquivo/Jornal O Regional

O homenageado Paulus Gerardus Dona, nascido em Amsterdam, Holanda, em 29 de junho de 1928 aos 7 anos conheceu Thea, vizinha de rua e colega de escola primária, sua amiga, namorada e esposa. Na adolescência passou pelos difíceis tempos da Segunda Guerra Mundial com a Holanda ocupada por soldados alemães até 1945. Após este período, com a ajuda de um tio, Paulus ingressou numa escola de engenharia naval onde estudou por três anos e foi trabalhar em grandes navios da marinha mercantil holandesa. Se especializou nos setores mecânico e de manutenção, viajando ao redor do mundo por cinco anos, o que lhe rendeu grande experiência em engenharia naval, além de conhecer diversos países na Europa, África, Oceania e os Estados Unidos.

Casou-se com Thea em maio de 1953 e, em agosto do mesmo ano, tomaram a grande decisão de suas vidas: deixar a Holanda e mudar para um novo país, o Brasil. Na cidade de São Paulo, deu início, com um dos irmãos de Thea, á implantação de uma empresa de tratamento térmico de aço por meio de alta frequência. Em 1958, recebeu a proposta para trabalhar como gerente de tratamento térmico na Caterpillar Brasil. A partir deste momento começou uma trajetória de carreira contínua na empresa que viria a se aposentar. Foi gerente de fábrica, diretor industrial e transferido para implementar a fábrica de Piracicaba, tornou-se diretor de operações da unidade.

Durante este período, Paulus e Thea tiveram quaro filhos que foram educados com muito carinho e respeito. Em momentos de lazer com a família, nos finais de semana e nas férias, sempre foi muito participativo. A família passava momentos inesquecíveis no Clube Atlético Indiano e também na casa de praia, construída em Bertioga/SP, em parceria com um casal de amigos, também holandeses, que aqui conheceram.

No início dos anos 1970, com a necessidade de expansão da Caterpillar Brasil, iniciaram-se os planos da empresa de construir uma nova unidade industrial no interior do Estado de São Paulo. Paulus participou de todo o processo, foi um dos grandes responsáveis pela vinda da Caterpillar Brasil para Piracicaba, Paulus Donna esteve envolvido no projeto desde a procura do terreno na região, a assinatura do contrato de compra da terra e a construção da fábrica. Em registros fotográficos do momento da compra do terreno, Paulus aparece assinado à escritura. Em 1975, mudou-se com a esposa e os quatros filhos para Piracicaba. Sua participação na empresa segundo o relato de amigos e funcionário, sempre foi exemplar relacionamento humano e simpatia. Aposentou-se em 1990 e a partir daí iniciou sua efetiva participação na ABENCAT, a associação que congrega funcionários aposentados pela Previcat, pertencente á Caterpillar. Sua participação na associação preservou com muito carinho um grande número de eternos amigos e parceiros.

Paulus recebeu o título de Benemérito da Abencat – Associação dos Beneficiários da Caterpillar, aquele que merece honras e reconhecimento por relevantes contribuições e serviços prestados na promoção de uma causa, de uma entidade ou de uma comunidade.

“Todos que tiveram a oportunidade de conviver com o Paulus, participando de atividades profissionais na Caterpillar ou atividades extraprofissionais no desenvolvimento de projetos em prol de boas causas, implantação e/ou instalação de benfeitorias a favor de entidades e comunidades em que atuou, acostumaram a ver a singular figura do Paulus, “carregando o piano”, assumindo e cobrando responsabilidades de seus pares “as coisas acontecerem”. Na Abencat, não foi diferente, Paulus esteve ligado à associação desde o início de sua formação, no ano de 1993”, destacou Morais na justificativa do Projeto.

“Mesmo morando em Piracicaba não deixava de participar das reuniões que ocorriam em São Paulo, normalmente levando consigo outros participantes residentes em Piracicaba. Teve ativa atuação na transferência da sede da associação para Piracicaba. Por seu livre trânsito, e reconhecida imagem e respeito que merece da Caterpillar, foi o principal interlocutor da associação com a Caterpillar, a Previcat e o Clube dos Empregados da Caterpillar, apresentando ou liderando comissões nos contatos para pleitear melhorias ou ajuda para a associação e seus associados, com significativos resultados, culminando com obtenção de espaço para sediar a Abencat nas dependências da Vila Saúde, o centro de promoção da saúde que a empresa mantém no centro de Piracicaba. Desta forma, recebeu o merecido Título, outorgado em 23 de agosto de 2014”, completa o parlamentar piracicabano.

Posteriormente, ao ser sancionada a lei, o local será denominado com o nome do homenageado.

Deixe um comentário abaixo