Zani participou do 3º encontro da Caravana do Banco do Povo Paulista

Publicado em Por Diagramador

O prefeito de Santa Maria da ASerra, Josias Zani Neto (DEM), acompanhado de Regina Levorato, que é agente de crédito do Banco do Povo Paulista no município, esteve na cidade de São Pedro na terça-feira, dia 16, onde participou da Caravana do Banco do Povo Paulista, gerenciado pela Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SERT).

A Caravana foi realizada com o objetivo de apresentar técnicas, normas e procedimentos aos agentes de créditos e fortalecer a parceria entre o governo e as prefeituras.

Considerado um dos maiores programas estaduais de microcrédito, a Caravana já passou pelas cidades de Ribeirão Preto e Presidente Prudente. É o 3º encontro de 2015.

Participaram ainda do evento, o secretário do Estadual do Emprego e relações do Trabalho, José Luiz Ribeiro; o vice-prefeito de São Pedro e secretário de Governo, Thiago Silva; Marcos Wolff, diretor executivo do Banco do Povo Paulista; Evandro Evangelista, diretor regional da Sert de Piracicaba; prefeitos das cidades de Iacanga, Pongaí, Charqueada, Itapuí, Cerquilho, Divinolândia, Anhembi, Mombuca, Dois Corrégos, como as coordenadorias de Araraquara, Bauru, Campinas.

A diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba, também participou do evento.

José Luiz Ribeiro, enfatizou sobre a questão, de que o primeiro direito do trabalhador é o trabalho, e o Banco do Povo Paulista está ajudando a mudar a vida das pessoas, dando lhe a possibilidade de se tornar um empreendedor.

De acordo com José Luiz Ribeiro, as sugestões, encaminhamentos e propostas, discutidas no evento, vão ajudar na elaboração de relatórios que serão entregue ao governador Geraldo Alckmin.

“A proposta é rediscutir o programa para amenizar os impactos do desemprego, buscar meios de geração de emprego, renda e qualidade de vida”, destacou.

Segundo Marcos Wolff, diretor executivo do Banco do Povo Paulista, o programa é uma política pública do estado, não é banco do governo.

“Temos como objetivo discutir quais os rumos do programa, atender a vontade dos municípios, e melhorar as condições dos cidadãos”, comentou.

Para o secretário municipal do trabalho e renda de Piracicaba Sérgio Furtuoso, estamos em um momento em que o trabalhador mais necessita de recursos, pois as pessoas recorrem ao programa para aumentar a renda. “O Banco do Povo Paulista é uma saída para que os trabalhadores movimentem a economia do município”, destacou.

Além do Banco do Povo Paulista, a secretaria do emprego e relações do trabalho (Sert), desenvolve programas como Frente de Trabalho, Jovem Cidadão, PAT, PADEF, Pró Engresso, PEQ, Time do Emprego e Trabalho Decente.

Banco do Povo Paulista

O Banco do Povo Paulista, foi criado em 1998. A primeira unidade foi em Presidente Prudente. Até o mês de abril de 2015, o Banco fechou 385.496 contratos, liberando R$ 1.545.638.770,52.

As linhas de crédito variam de R$ 200 a R$ 20 mil (pessoas físicas e jurídicas) e podem ser pagas em até 36 meses. O Banco tem juros mensais de 0,35%, considerado a menor taxa do Brasil.

Em Santa Maria da Serra o Banco do Povo Paulista foi instalado em 12 de abril de 2012 e atende as pessoas na sede da prefeitura.

“Nossa administração trabalha para que a população tenha mais  oportunidades e poder auxiliar por intermédio do Banco do Povo que cobra juros de 0,35% ao mês é fundamental para que consigam pagar os empréstimos e fazer com que o empreendimento funcione. Disponibilizamos uma linha de credito e quem desejar emprestar dinheiro para investir no próprio negócio deve entrar em contato com a Regina Levorato para obter mais informações”, explica o prefeito Zani.

Deixe um comentário abaixo